A Agenda da Divulgação Extraterrestre – quem é que manda afinal?

Beamup

 

can of worms

A nova série dos Ficheiros Secretos como que abriu uma lata cheia de vermes.

Parecia bom, bom demais para ser verdade, e quando algo parece bom demais para ser verdade, geralmente é.

Eu cheguei em casa do trabalho às 10 horas na noite passada e tinha um par de mensagens informando que a CIA, subitamente, tinha desclassificado centenas de documentos sobre o fenómeno OVNI. Que interessante.

Um pano fundo para quem precisar.

Foi-nos dito pelo pesquisador e delator David Wilcock que há uma corrida para ver quem nos trará Divulgação dos Galacticos primeiro; os bons (os Galácticos ou ETs benevolentes) ou os maus (veja o próximo parágrafo).

Os ETs benevolentes deram  ao Complexo Militar Industrial / Programas Espaciais Secretos / Illuminati / reptilianos / cabala um ultimato: que eles tinham de revelar a verdade sobre a presença extraterrestre muito rapidamente, ou eles próprios o fariam. Esta é a última coisa que estes canalhas querem.

Eles queriam fazê-lo por eles próprios, porque foi acordado que começariam a fazê-lo da sua forma (por agora), o que significa que começam por nos dizer o que eles acham melhor, deixar de fora o que eles filtrarem e adorna-lo da maneira que entenderem, colocando a culpa onde eles acharem por bem. (Ah, e pedindo perdão pelos seus pecados. Não vamos esquecer isso.)

Então a situação é esta. Sabemos que eles não fazem nada, a menos que haja algum benefício para eles em jogo. Todas as suas promessas são feitas com os dedos cruzados atrás das costas, ou simplesmente não as cumprem. Eles não têm honra. Eles não são humanos.

Agora, temos a nova série dos Ficheiros Secretos com um buffet completo de teorias da conspiração confirmadas e servidas em apenas em uma hora, mas não há tempo para o espectador verdadeiramente aprender alguma coisa sobre elas. Os excertos mais suculentos foram deixados para trás mantendo em suspenso as forquilhas que seguramos nas mãos, mas eles podem dizer que divulgam tudo, internacionalmente, como prometido.

Assim, tal como suspeitávamos, antes de podermos saborear o primeiro episódio chega o segundo onde são abordados os temas da abdução, manipulação genética / alienígena e, para a sobremesa – OH! – a ameaçadora eliminação de testemunhas e de qualquer um que se atravesse no caminho, e com as garras ainda mais afiadas. Coisas do quotidiano como deve imaginar.

O segundo episódio levou o material até agora para além do domínio do credível para as massas para uma nova dimensão que pode ter destruído qualquer possibilidade de ser levada a sério.

Eu acho que o aspecto mais decepcionante é o de que a “Divulgação” não é para nós. É para o resto do mundo que não sabe o que está a acontecer. Será que os Ficheiros Secretos cumprem os objectivos? Não por inteiro. Mas esta história ainda não acabou.

E agora, depois de 70 anos- SETENTA ANOS! – de negação, a CIA surrateiramente abre os arquivos sobre o fenómeno OVNI que supostamente não existiam? Lindo. Assim, como se nada fosse.

O que mudou? Será que admitir a agenda alienígena serve os interesses da agenda dos controladores?

Já consegue sentir o cheiro nauseabundo da lata de vermes?

Se você leu a opinião do Veterans Today sobre esta versão da Divulgação dos Ficheiros Secretos, então leu uma opinião muito diferente sobre isto, mas temos que ter em conta que os artigos deles  nunca têm um tom muito positivo.

Em geral, não há muitas pessoas satisfeitas com esta súbita mudança de rumo. E nós pensávamos que queríamos Divulgação.

O Daily Sheeple partilhou a sua impressão e o Dr. Richard Presser sente como outros que os Illuminati vão levar avançar com o seu plano da “Falsa invasão alienígena” e, depois, o “Projeto Blue Beam” depois de revelarem que afinal extraterrestres existem. Então… subitamente deixou de ser uma questão de “segurança nacional”? A Sério? Como pode?

E que novo programa de TV podemos ver a seguir aos Ficheiros Secretos? Bingo! Lucifer e que companhia encantadora não é verdade? A “programação” continua. Consegue ver onde eles querem chegar com isto?

O porta-vproject blue beamoz do Movimento de Resistência, Cobra, disse-nos o Galácticos nunca iriam permitir uma falsa invasão alienígena falso, e creio que isto também se aplica a um evento de “arrebatamento” holográfico (Deus nos acuda).

Ter de repente um céu cheio de naves espaciais holográficas aos tiros quando a maioria da Humanidade ainda acredita nas histórias dos seus governos de que somos a única vida inteligente no Universo, significaria o caos global, histeria em massa e pior, medo de todos os extraterrestres.

war of the worldsO trauma seria intenso. Recorde-se o embuste do programa de rádio da Guerra dos Mundos de Orson Wells nos anos 50.

Precisamos das Nações das Estrelas para nos ajudarem a libertarmo-nos do regime reptiliano, limpar o planeta, e continuar com a nossa prometida e inevitável Era de Ouro e Ascensão. Precisamos dos seus soldados no terreno.

Eles têm alguns brinquedos muito sofisticados em comparação com os bandidos, mas só podem actuar na atmosfera da Terra. Eles nunca vão arriscar e revelar a sua presença de uma forma massiva e assustadora, e só se revelarão quando a Humanidade estiver pronta, e nós não estamos prontos.

Seria um retrocesso de anos, possivelmente décadas, se acontecesse efectivamente um ataque alienígena, percepcionado pela população. Não podemos dar ao luxo de ter os Illuminati a tirar este coelho da cartola.

Não tenho a pretensão de saber como os Galacticos impediriam este show falso de luzes, ou se eeste iria desencadear o flash de Luz do sol central galáctico e consequentemente o Eventos e as prisões em massa, mas simplesmente não pode ser permitido que ocorra, e eu não acredito nem por um segundo que será.

A última coisa que essas criaturas vis querem é que o Evento aconteça, mas se eles forem longe demais e eles esticarem a corda, isso significará a sua morte quase instantânea, e nos seus cérebros patéticos do tamanho de uma ervilha,  eles ainda pensam eles podem ganhar esta guerra e manter o controlo do planeta e dos seus escravos.

Eles ainda acreditam que podem encontrar uma forma de escapar à quarentena imposta pelos Galácticos e farão tudo para manterem-se em jogo. (Neste capítulo faço referência os artigos de Gregg Prescott sobre a tentativa de abrir o portal ao largo da costa da Flórida).

E você pode ter a certeza que eles têm outros truques na manga, para além da sua agenda original, que eles continuam a executar, pelo que os próximos tempos serão repletos de desenvolvimentos fascinantes que possivelmente não vão ser imediatamente reconhecidos por aquilo que são, mas pela nossa experiência colectiva serão provas evidentes. Um ponto não é um ponto até que possamos atribuir a ele um significado e liga-lo a outros pontos. De seguida, o significado torna-se perceptível.

Todas as grandes jogadas reptilianas têm falhado e, muitas vezes, jogam a nosso favor. Eu escolho ver esta Divulgação controlada como uma coisa boa. Precisamos de fazer a nossa parte para tornar as pessoas conscientes dos ETs (bons e maus) tanto quanto possível, logo que possível. Quanto mais as pessoas estiverem cientes, menos probabilidade haverá de que eles possam recorrer a artimanhas para virar a Humanidade contra os ETs benevolentes.

Podemos não ter escolhido os Ficheiros Secretos como canal de Divulgação, mas também fomos informados de que não viria da maneira que seria esperada, ou da maneira que esperávamos. Eu não acho que não devemos desdenhar esta benesse só porque não está exactamente alinhada com as nossas expectativas.

Quem sabe? Talvez sob uma eventual pressão de uma pretensa falsa invasão extraterrestre em vias de acontecer, as forças positivas se decidam por dar início ao seu próprio processo de Divulgação, tomando de assalto os mídia de massas, antes mesmo dos bandidos porem em práctica o seu plano através das suas engenhocas de tecnologia avançada.

O facto de que a CIA desclassificou os arquivos de forma surrateira, e não foi anunciado por Obama nos noticiários, é melhor do que nada. Eu não creio que a Hitlary Clinton vá ser a única a trazer-nos alguma coisa a este respeito (ela recentemente afirmou num comício que iria mandar averiguar a fundo o que se passa na área 51). Seria apenas mais um encobrimento a listar no seu cadastro.

Então, em última análise, quem está no comando da Divulgação? Somos NÓS.

O fim da miséria, do sofrimento e da tirania está próximo, e temos de agradecer às Nações das Estrelas – e espero que a nós mesmos também.

Fonte: http://www.starshipearththebigpicture.com/2016/01/27/the-alien-disclosure-agenda-who-is-in-charge/

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: