Conferência da Ascensão – 2.ª parte das notas completas e revistas – Glarus, Suiça – 16 a 17 de Abril 2016

Breakaway $223T

Aviso Legal:

As seguintes notas da conferências são uma interpretação da pessoa que escreveu estas notas. Muitos dos detalhes são omitidos e algum do significado original é perdido. Elas não são as exactas palavras de Cobra e Isis.

Anotações feitas por Antares durante a conferência, e editadas por Nova Biscotti e Cobra

Para ler a 1.ª parte clique aqui

Para ler a 3.ª parte clique aqui

Para ler a 4.ª parte clique aqui

Para ler a 5.ª parte clique aqui

Cobra no Sábado 16 Abril de 2016

Os PES – Programas Espaciais Secretos

Já ouvimos vários delatores a falar sobre os Programas Espaciais Secretos (PES). Cobra mostrou imagens e fotos dessas naves.

 

Fedex SSP 450x253

Os alicerces dos PES já haviam sido estabelecidos no século 19. Naquela época a Alemanha era o país com o melhor conhecimento técnico. No campo científico e industrial era florescente. Os Plejadianos decidiram entrar em contato com pessoas despertas e inspirá-los na construção de naves espaciais. Então existiram entativas em construir essas naves, mas tecnicamente não era possível ainda. Os Pleidianos contactaram (por canalização) os meios de comunicação para transmitir informações sobre a construção de naves.

No início do século 20, a tentativa foi bem-sucedida através de Maria Oršić de Zagreb. Ela recebeu as informações dos Pleidianos e Aldebaranos que fazem parte do grupo pleidiano. Maria Oršić deu então a informação ao professor Schuhman em Munique. Um protótipo foi construído em 1923 em Augsburg com esta informação. Este grupo técnico foi infiltrado por forças com uma opinião diferente, cuja história é conhecida. No início do período nazi eles desenvolveram-se rapidamente do ponto de vista técnico e todos aqueles que usaram para o mal essas tecnologias tiveram acesso a enormes recursos financeiros financeiros, humanos e materiais (fábricas).

Em 1942 já havia uma base lunar do nazi. Lá encontraram outros seres que lutaram contra eles – os draconianos. Os nazis acabaram por ser derrotados, e apenas poucos permaneceram na Lua. Quando a 2.ª Guerra Mundial terminou em 1945, existiam duas facções. A facção Kammler, mais secreta e que já tinha construído bases subterrâneas no planeta, escapou para a Argentina, de onde os nazis posteriormente se mudaram para a Antártida. O segundo grupo foi importado para os EUA através da “Operação Paperclip”, onde posteriormente assumiram o controlo. O representante mais conhecido foi Wernher von Braun, que foi o chefe da NASA durante um longo período de tempo. NASA foi estabelecida como uma organização de fachada para administrar os PES secretamente. Quando a NASA começou em 1961 os voos espaciais, grandes naves já voavam ao redor, secretamente.

A facção Kammler já tinha estado na Lua nos anos de 1944/1945 via Antártida. Após a 2 ª Guerra Mundial, eles expandiram-se por todo o sistema solar. Eles conheceram os draconianos e fizeram um pacto sobre o primeiro PES, e têm estado a governar todo o sistema solar e mais além desde então. Esta cooperação durou por muito tempo. As afirmações de Corey Goode sobre isto são reais. Isso envolve a chamada “Frota Escura” lá em cima. Isto não é ficção científica, é real.

Através da outra facção milhares de nazis já tinham sido trazidos para os EUA – cientistas, técnicos, pessoas da área económica. Os programas espaciais oficiais eram controlados pela NASA sob a liderança de Wernher von Braun. De acordo com Cobra existiam diferentes tendências entre os empregados da NASA, sendo que uma dessas facções criou um programa espacial positivo. Os controladores, no entanto, tentaram suprimir tudo. A aterragem oficial na Lua por Neil Armstrong foi levada adiante através dos elementos mais positivos da NASA. Portanto, a aterragem oficial na Lua foi um sucesso visível e um esforço das forças da Luz na superfície da terra. Mas Wernher von Braun e os seus subordinados levaram a cabo vários actos de sabotagem que causaram incidentes e desastres.

Outro grande sucesso das pessoas positivas nesta área foi o envio das Voyager 1 & 2 para o sistema solar. Desde então essas sondas têm sondado todos os planetas do sistema solar, excepto Plutão. Em Janeiro de 1986 objectos que eram, obviamente, “artificiais”, foram fotografados nas Luas de Urano e essas fotos foram publicadas nos meios de comunicação de massas. Mais uma vez, não era o que os sabotadores queriam, o que levou à explosão do vaivém espacial Challenger dois dias depois, e que usurpou a atenção das massas repetidamente. As fotos e a sua importância cairam no esquecimento.

Mesmo quando se fala mal acerca da NASA, é importante frisar que existem pessoas muito boas e positivas que se esforçam.

As forças positivas dentro das forças armadas dos EUA

No início de 1950 já havia um grupo positivo na Marinha dos EUA. As forças controladoras suprimiram os dispositivos de antigravidade com todo o seu poder apesar de ter sido o principal motor de propulsão para a maioria dos objectos voadores desconhecidos a voar pela Terra. Este grupo positivo reconheceu que algo de errado tinha acontecido e criou uma força-tarefa com a qual eles secretamente construíram as suas próprias naves. Eles tinham conexões com as pessoas das empresas como a Macdonell Douglas, Boeing, etc, que normalmente construíam aviões.

 

SSPMars-Fleet

A partir daí, eles produziram componentes pelo que, no início, os aviões e naves espaciais partilhavam componentes como era o caso dos assentos, por exemplo. Com estes componentes semelhantes eles construíram naves espaciais e levaram-os para a órbita terrestre. Eles foram os fundadores do programa espacial secreto da “Ala Solar”. A “Ala Solar” cresceu e expandiu-se como uma infraestrutura de proteção contra alienígenas negativos. Posteriormente, ele tornou-se num programa oficial mas ficou demasiado grande e internacional.

Os draconianos infiltraram-se em empresas como a Lockheed e a Boeing com os seus próprios agentes para alterar o foco ao nível superior do programa. Posteriormente, eles iam precisavar de muitos mais recursos humanos e, por outras palavras, soldados a quem foi dito serem necessários para assegurar a segurança da Terra. Com isso, os draconianos de facto criaram a narrativa da possibilidade de uma invasão.

O grupo tornou-se mais forte mas as suas fontes de capital eram apenas os orçamentos ocultos e não oficiais.

A primeira fonte de financiamento foi todo o ouro que os nazis roubaram na Ásia durante a 2.ª guerra mundial. A construção das bases subterrâneas e das naves espaciais foi financiada com milhares e milhares de toneladas de ouro. Como eles se tornaram ainda mais poderosos, criaram os seus próprios programas espaciais secretos, conforme relatado correctamente por Corey. Neste programa conhecido como conglomerado empresarial, vários empreendimentos comerciais foram criados como parte do programa da Ala Solar, como a mineração de asteróides, criar bases em Marte e usar o trabalho escravo em larga escala.

Neste contexto Cobra mostrou imagens bem como representações artísticas que estão perto da realidade. Ele mostrou uma foto da NASA de uma nave da Ala Solar e uma foto que captou uma nave da Ala Solar no início do programa oficial de exploração da Lua. Oficialmente, as naves têm de voar camufladas mas nesta imagem… o piloto foi provavelmente um pouco preguiçoso e pressionou o botão (da camuflagem) tarde demais. Cobra mostrou uma outra foto que mostrava uma frota deliberadamente a voar sem camuflagem, a fim de ser filmada (e que também foi confirmado por Corey) – na cratera Kepler, onde uma base da Ala Solar está ou estava localizada.

 

Breakaway $223T

Agora sobre a segunda fonte de financiamento: colectivamente todos nós pagamos impostos, mas quanto é que tudo junto somará? Só os EUA captam receita fiscal suficiente para comprar dez milhões de casas por ano. Será que eles as construem? Não! Para onde é que todo o dinheiro vai? Ele foi para os PES e para construir bases subterrâneas. Cobra mostrou uma imagem da base de Pine Gap na Austrália, com vários andares subterrâneos.

O elevador desce vários quilómetros, que foram naturalmente caros de construir. Após o Movimento de Resistência limpar a base a mesma foi encerrada. Cobra mostrou fotos… O que é extraído dos asteróides? Diamantes. Muitos dos asteróides estão cheios de enormes diamantes, tão grandes como a sala de conferências onde estamos e existe lá ouro que pode simplesmente ser apanhado.

Cobra mostrou outra foto tirada pela NASA que mostrou a mineração de asteróides, um edifício e o poço da mina.

Desde Março as forças da Luz estão a limpar o sistema solar exterior, que é usada como base para a “Frota Escura”. A barreira quimera é uma enorme frota de naves espaciais com bombas strangelet. Esta frota impede as energias que vêm do centro da galáxia de entrarem no sistema solar. As forças da Luz estão agora removê-la. Cobra mostrou uma foto:

Kuiper Belt Bases

As forças da luz estão a limpar tudo camada por camada, pois esta foi construída em camadas ao longo dos últimos 25.000 anos. As forças da Luz estão agora a desconstruir essa enorme frota e as do cinturão de Kuiper já foram removidas! Todos essas naves estavam camufladas (e, portanto, invisíveis para os instrumentos físicos).

Perguntas dirigidas a Cobra:

  • Em que medida é que a Rússia está envolvida com programa espacial secreto? – A Rússia tem o seu próprio programa espacial (designado por Corey como do tipo UNO) que está ligado em cooperação positiva com muitos países e até mesmo com o comando Ashtar. As forças das trevas tentaram apropriar-se dele em 1954, mas os pleiadianos negociaram umaa permissão para construir uma base em Bora Bora que faz parte do programa galáctico.
  • Quanto trabalho escravo ainda existe nas bases? – Quase tudo foi ajustado.
  • Qual a idade de Ashtar em anos terrestres? – Ashtar é um ser ascendido que ascendeu à 25.000 anos atrás. Ele não tem a idade em anos terrestres.
  • O que acontece com as naves do quimera durante a limpeza? – As forças da Luz entram na nave, e os seres que nela estão são enviados para o Sol Central. , o navio posteriormente é desconstruído.
  • Qual é a sua opinião sobre o programa espacial europeu? – Eles não estão infiltrados. Eles não são muito bem-sucedidos, mas tem boas intenções.

As forças da Luz no sistema solar

Acabamos de falar sobre as naves do PES. Como é que estas naves se camuflam?

Todos os naves têm uma membrana taquiónica fina à superfície. Isso garante que todas as partículas que vêm do interior da nave e chocam de fora contra a nave se tornam praticamente invisíveis – ou seja, para a visão, para todas as formas de tecnologia e de radar. Mesmo a assinatura energética da nave não pode ser detectada, por exemplo, por meio de técnicas de visualização remota e, portanto, a nave está lá e não está lá.

 

Kuiper Belt #2

Cobra explicou que, no anel interno da Terra-Lua e ao redor a frota do comando Ashtar está estacionada. A sua finalidade é a Libertação da Terra. Como já foi explicado, o comando Ashtar entrou em contacto com a população humana tão cedo quanto 1953/1954. Uma nave desembarcou na base da força aérea de Edward, na Califórnia, e teve lugar uma reunião com o presidente Eisenhower, os jesuítas e outras pessoas de alto nível.

A delegação do comando Ashtar ofereceu tecnologias avançadas e progresso espiritual para a Humanidade – Desde que, no entanto, todas as armas nucleares fossem destruídas. Consequentemente, os militares entraram em pânico e cancelaram a reunião. Oficialmente Eisenhower tinha uma consulta odontológica naquele dia. A delegação do comando Ashtar deixou a base e expressou que outros viriam e que não seriam tão “amigáveis e positivos”. Estes seriam os draconianos que se infiltram por todo o sistema político – “Portanto, todos os políticos têm um olhar estranho hoje em dia.” Hoje a bisneta Laura Eisenhower desempenha um papel importante no Processo de Divulgação.

Na última conferência Cobra apontou que em Março 2015 Putin esteve alguns dias ausente [de acordo com a imprensa]. Cobra explicou que Putin teve uma reunião com os Pleidianos numa das suas bases na Sibéria. Pela cooperação com os pleiadianos os militares russos receberam tecnologias progressivas (defensivas) que, entre outras, foram utilizadas na guerra da Síria. Os Pleiadianos aconselham acerca de intervenções mas também em questões estratégicas.

Assim, portanto, por detrás do “bom estratega” Putin, como também é chamado, há um mestre de estratégia Pleidiano.

Putin já teve uma experiência espiritual profunda com os Pleidianos. Soros foi expulso da Rússia e tentou vingar-se. Como uma abordagem para derrubar Putin os “Papéis do Panama” foram publicados. Aos meios de comunicação social russos é permitido falarem abertamente sobre o papel dos Rothschild e de Soros. E os documentos do Panama foram um tiro que saiu pela culatra deles.

Para além disso Cobra falou sobre o Comando Ashtar, que em 1950 tentou entrar em contacto com os seres mais evoluídos do planeta. Infelizmente, isso empolgou as pessoas contactadas através de um “complexo messiânico” no sentido de que “Jesus ia salvar o planeta”.

A realidade, porém, é que só nós como um todo vamos salvar o planeta. Não apenas você ou eu, mas todos nós juntos. Após estas tentativas o comando Ashtar teve que mudar a sua estratégia – ou seja, no sentido de que ninguém podesse desempenhar o papel de um guru, ou de um indivíduo que quisesse fazer-se passar por alguém “especial”. Por isso eles usaram as canalizações e no período de tempo entre cerca de 1980 e 1996 uma série de canalizações com conteúdos bem justificadas ocorreu. Mas… quando o movimento da Nova Era se tornou popular “todos canalizavam Ashtar”.

Como reacção a isso e em particular depois da sua invasão no ano de 1996, os arcontes haviam desenvolvido a tecnologia “Voz de Deus”. É um impulso electromagnético que visa directamente as sinapses no cérebro e é destinada a certas pessoas. (Para uma boa explicação desta tecnologia, veja o link abaixo:

http://www.etseetc.com/2016/04/tecnologia-voz-de-deus-5o-episodio-da-4a-temporada-corey-goode-e-o-programa-espacial-secreto/

Como consequência uma distorção significativa e uma elevada quantidade de desinformação surgiu dentro da comunidade das canalizações, o que levou aos efeitos conhecidos e visíveis. Posteriormente, o comando Ashtar teve de mudar sua estratégia novamente. Cobra disse que ele não poderia falar sobre a estratégia actual, mas que iria surpreender 99,9% da população, e será uma grande surpresa.

O comando Ashtar ainda se esconde dentro do anel interno – com naves com 500 quilómetros de comprimento ou mais.

A segunda frota está estacionada na órbita de Júpiter. A intenção do comando de Júpiter é a de equilibrar a energia do sistema solar, para permitir a infusão da energia do Amor e Graça em tudo. As bases do comando Júpiter são nas luas de Júpiter, em Calisto, Europa e Ganimedes, mas não em Io, que é de origem vulcânica… em Ganimedes também há um enorme base onde as forças das trevas são enviados para o Sol Central. Para além disso, o comando de Júpiter tem uma enorme série de naves com tamanhos que variam entre os 1.000 e 2.000 quilómetros de comprimento.

Biosphere-450x287

As naves da Confederação Galáctica, que pertencem a várias civilizações da galáxia e do centro da galáxia, estão estacionadas no terceiro anel. Estas civilizações muito avançadas, originárias das proximidades do Sol Central Galáctico, têm enormes naves-mãe com tamanhos que variam entre os 5.000 a 10.000 quilómetros de comprimento.

Elas não são naves-mãe no sentido literal da palavra, mas biosferas, naves artificiais de Luz que também são portais que transformam a Luz do Sol Central Galáctico. Os seres da civilização central são aqueles a que Corey se refere como os Seres das Esferas.

Ashtar
Cobra mostrou uma foto de Ashtar e considerou-a como a melhor ilustração que pôde encontrar.

Ganymede-450x450

Ele mostra uma imagem de Ganimedes e enfatiza a zona de Galileo (a região mais escura em forma oval na parte superior da imagem), onde o mais forte portal luz do sistema solar está localizado. Ele está apontado para o sistema de Sirius e o outro lado está apontado para o Sol Central Galáctico. Esta região de Ganimedes é o único lugar no sistema solar que nunca foi conquistada pelas forças das trevas – que sempre ancorou a Luz.

Cobra mencionou Mt. Shasta onde o comando Ashtar tem uma presença muito poderosa.

MtShasta Cloudships-300x225

Ele mostrou uma nave-nuvém (foto acima). A água de uma nuvem física envolve a nave enquanto ela não está exposta. Ela permite que a núvem a envolva ao redor. Em algumas destas nuvens estruturas específicas de navios podem ser localizados, um tipo de cúpulas.

Os mestres ascensos são realmente seres que passaram por encarnações na Terra e alcançaram o estado ascenso. Eles ajudam na evolução planetária. Nós todos sabemos quem eles são ou já ouvimos falar sobre eles – Buda, St. Germaine, etc.

Certamente é uma coisa boa conectarmo-nos com eles, mas dessa forma um fenómeno incomum ocorre. Todos eles ascenderam antes de 1996. Depois da situação na Terra mudou drasticamente e agora eles precisam da nossa experiências para aprender sobre a nossa vida aqui.

Só então eles são verdadeiramente capazes de nos guiar – se eles conseguirem (através das nossas experiências) ganhar consciência da nossa situação que é nova para eles.

Diferentes ocasiões são conhecidas da história em que os seres ascensos interferiram com sucesso nos momentos cruciais da história. Então, eles manifestaram-se durante o tempo dos Templários para ser o seu guia, St. Germain estava presente quando foram formados os EUA sendo que a carta da fundação é um dos documentos mais esclarecedores no planeta.

Ascended Masters-300x287

As energias dos Seres Ascensos são tão poderosas que eles têm de suaviza-las ou diluí-las se quiserem entrar em contato conosco. Ninguém nesta sala iria sobreviver à sua presença directa.

Cobra e Isis tiveram uma reunião com Ashtar em Mt. Shasta, enquanto ele estava a cerca de 5 km de distância e a sua presença era ainda muito forte, quase insuportável. Os seus templos estão no nível etérico, por exemplo, nos Himalaia a altitudes de 5.000 metros e acima.

Dou Mu-200x267

Então Cobra mostrou um quadro bem conhecido que agora ele descreveu como uma foto que ele recebeu das forças do Dragão. Em dezembro de 2014, a deusa Dou Mu veio à terra com um corpo físico (Com a activação do portal IS:IS) e vive agora na superfície do planeta para suportar o equilíbrio do poder da Deusa.

Pleiadian-Mission

As Plêiades são nossa raça irmã. Se nós os encontrássemos na rua, não podemos reconhecer qualquer diferença da nossa abordagem. Eles ajudam-nos tanto quanto eles podem. Eles apoiaram certas pessoas, como Tesla. As suas naves são geralmente bastante pequenas, com tamanhos até 10 quilômetros. (Cobra mostrou uma foto.) Uma das suas principais bases está localizada na Lua e a sua finalidade é a de enviar energias positivas para a Terra. Cobra exibiu uma foto da missão Apollo da NASA e uma foto tirada no mês passado, onde a base é visível.

Cobra mostrou outra foto que ele tirou no decorrer do vôo que efectuou acima da estratosfera, a uma altitude de cerca de 14 quilómetros, onde é visível uma nave pleidiana (à distância). Os Pleidianos têm bases em Bora Bora na Terra (como mencionado acima) e nos Himalaias – na região da fronteira entre a Índia e a China na passagem da montanha Konkala. À anos atrás, havia numerosos peregrinos nesta área que tiraram repetidas fotos. Os militares chineses fecharam esta região, porque ela ficou muito popular. Os meios de comunicação indianos publicavam relatos mensais sem censura naquela época.

Os Sirianos trazem a energia da alegria para o planeta Terra. Antes da quarentena os Sirianos encarnaram como baleias e golfinhos na Terra para estabilizar a Grelha Energética de Luz nos oceanos. Eles são realmente muito inteligentes e usam o contacto telepático.

Cobra mostrou uma foto de uma nave-mãe Siriana com um comprimento superior a 500 quilómetros… um tamanho padrão como ele disse. Posteriormente, ele mostrou que uma nave deste tipo tem a mesma estrutura energética (como um toro), mas ainda assim não é feita de aço, ferro ou tijolos. Em vez disso, é um campo de energia que cria a matéria – da mesma forma que os seres de Luz o fazem.

 

Spherical Torus-300x249

A morte das baleias está a ser provocada pelas forças das trevas e eles usam a tecnologia escalar para interferir com o seu rastreamento e matá-las desta forma. Cobra mostrou uma foto de Sirianos.

A forma humanóide é a mais comum na nossa galáxia e é aplicável a cerca de 70% das espécies. Cerca de 20% são reptilianas e as restantes 10% são de outros géneros.

Cobra mostrou uma foto de uma nave de reconhecimento dos Andromedanos. Ele tinha visto uma nave idêntica num hangar do Movimento de Resistência. Mais tarde ele encontrou essa imagem na internet com a mesma legenda. Alguém que sabia disso deve ter publicado a foto!

Ele mostrou outra foto de uma “nave Hokkaido” dos Andromedanos que opera num PES dos japoneses.

Planet X

Cobra mais uma vez falou sobre o Planeta X. A órbita pode ser visto a vermelho na imagem e está localizada numa órbita distinta dos restantes planetas do sistema solar. O Planeta X é difícil de encontrar por isso mesmo, porque ele está a ser procurado principalmente ao nível da eclíptica, o “nível” onde os outros planetas têm a sua órbita.

Um cientista brasileiro jovem tinha feito uma tese científica no Japão sobre o planeta X. Este foi suprimido pelos meios de comunicação, bem como outras imagens disponíveis. No Havaí, há um enorme telescópio e em Maui está situado um imenso centro de comando dos EUA através do qual o quimera monitoriza os telescópios. Neste centro de informática enorme cada imagem é controlada e censurada se necessário. Isso inclui também imagens do planeta X, naves dos PES, e assim por diante. As forças das trevas quer manipular a Divulgação a seu favor. Portanto, foram publicados alguns dados que não estão completamente errados, como foi o caso do “Planeta 9”, que é o planeta X.

Moon Base

A base das forças da Luz está localizado aqui na cratera da lua, mersenius. Num relatório de 15 de Setembro, Cobra mencionou que agora pode ser encontrado no Google Moon. Um mexicano encontrou-a quando descobriu esta torre. Os cientistas agora fornecem explicações estranhas para a sombra da torre.

O Movimento de Resistência (MR) é uma civilização que vive como a de Agartha, no seu próprio mundo abaixo da superfície da Terra. A população à superfície não está consciente disso.

A. Kirchner, um jesuíta, foi uma das primeiras pessoas a escrever sobre os reinos subterrâneos. No seu livro ele publicou um mapa (no século 16?), Que demonstra uma precisão surpreendente. O que ele escreveu é mais abrangente do que a ciência sabe hoje em dia. Por exemplo, há um mar que está localizado na Suíça, sob os Alpes e que tem o potencial de fornecer água potável à Europa inteira.

Example of Underground-290x300

Cobra mostrou uma foto das áreas no subsolo. Ele disse que eles têm até mesmo mares, edifícios e cristais no seu ambiente. Posteriormente, ele mostrou outra foto de um típico centro de comando do MR perto da superfície. Um elevador como uma entrada leva-nos até cerca de 30 metros abaixo da superfície. Ele serve como um dispositivo de descontaminação (como numa cirurgia por exemplo) no qual fazem um varrimento na procura de nanites, micróbios e assim por diante, que são removidos a fim de não trazerem contaminantes.

Ele mostrou duas novas imagens de cidades subterrâneas na Ásia.

Infelizmente, não é possível mostrar todas as imagens vistas na conferência, porque elas não estão disponíveis para nós. Assim, algumas imagens são apenas semelhantes às originais. Elas são ilustrativas.

Fonte: http://eventreference.org/2016/06/04/ascension-conference-notes-pt-2-glarus-switzerland-april-16-17-2016/

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: