Considerações sobre os Grupos de Suporte ao Evento e Irmandade da Rosa

Estamos em um momento de transição e grandes mudanças estão acontecendo enquanto avançamos na consciência sobre nós mesmos e sobre o que nos rodeia a cada momento.

Tendo a percepção das mudanças eminentes o que estão ocorrendo e percebendo que a preparação para o Evento vai muito além da logística necessária para o normal funcionamento dos sistemas que garantem nossa sobrevivência, tomei a liberdade de compartilhar algumas informações que considero vitais para aqueles que desejam se voluntariar ou têm o objectivo de criar Grupos de Apoio ao Evento e Irmandade da Rosa.

Dicas para quem pretende voluntariar-se ou criar grupos de Suporte ao Evento e Irmandade da Rosa:

1) Comece por procurar nas sua localidade se existem pessoas ou grupos que estejam registadas no site Prepare for Change – Community Connector (https://prepareforchange.coeo.cc/).

2) Caso não consiga encontrá-los, entrem então em contacto com as pessoas ou grupos que estão registados nas localidades mais próximas de si.

3) Uma possível solução passa por você se associar com esses grupos existentes enquanto você não pode ou não tem condições de criar um grupo. Esta associação será sempre benéfica, pois lhe dará a possibilidade de conhecer pessoas que possam estar interessadas e disponíveis para lhe fornecer a ajuda necessária para criar um grupo na sua comunidade.

4) Logo que tenha criado o seu grupo, registe-o no site Prepare for Change – Community Connector (https://prepareforchange.coeo.cc/), para que mais pessoas saibam da sua existência e tenham forma entrarem em contacto convosco. Ao fazê-lo, siga os parâmetros pelos quais estão organizados os grupos:

ESG* – País – Estado – Cidade – Localidade  (* sigla para ‘Event Support Group’)

SOTR** – País – Estado – Cidade – Localidade  (** sigla para ‘Sisterhood of the Rose’)

Exemplos:

ESG – Brasil – São Paulo – Vila Mariana

SOTR – Portugal – Sintra

5) O contacto entre grupos, tanto de apoio ao Evento como da Irmandade da Rosa, são extremamente importantes de forma a coordenarem entre si as estratégias de acção que melhor assistem as vossas comunidades.

Sintetizando, os Grupos de Suporte ao Evento gerem a informação e logística que são necessárias ao funcionamento normal de serviços básicos caso o sistema em vigor não tenha condições de assegurá-lo. Isto incluí essencialmente a distribuição de bens de primeira necessidade tais como alimentos, energia, medicamentos e comunicações. Os Grupos de Suporte ao Evento têm um papel fundamental no processo pré e pós Evento, sendo eles os catalizadores para a divulgação e desenvolvimento de conhecimentos e tecnologias que estiveram suprimidas.

Os grupos da Irmandade da Rosa assistem essencialmente na mudança consciêncial que está acontecendo no planeta e que traz a libertação, cura e nutrição da alma humana. Seus valores assentam na honestidade, compaixão e amor incondicional na doação ao próximo como a si mesmo. A Irmandade da Rosa é a expressão da integração na unidade: porque todos somos Um. A energia amorosa da Deusa veio para fortalecer o elo interrompido entre a consciência e o Ser. Ela é receptiva, criativa e ilimitada. À medida que o Ser se consciêncializa sobre a sua real identidade, ele se transforma, se liberta, e passa assumir o valor autêntico que a sua Alma desejou manifestar através da expansão da sua personalidade: cristalina, completa, perfeita, tal como o Amor do Criador quando nos fez.

Vitória da Luz

3 comentários sobre “Considerações sobre os Grupos de Suporte ao Evento e Irmandade da Rosa

  1. Tudo muito lindo, porém só vejo a situação piorar nesse mundo.Ouço falar desse evento há muitos anos, pelo menos uns 20 anos. Acompanho diariamente as informações. Não vejo nada de importante acontecer. Só conversa. Nada palpável ou visível. Só bla bla bla. É como um looping de palavras repetitivas.

  2. @Michel: E você, o que tem feito ao longo destes 20 anos? Olhe amigo, provavelmente você não vê porque durante todo esse tempo não fez nada, igual aqueles que ficam sentados no muro a olharem os outros fazer. Seja sincero!

    • Joaninha voa-voa. Como pode dizer isso se não me conhece? Só pelo seu apelido já vi que você viaja na maionese. Joaninha voa voa. hehehehehe… que piada. Estou sendo sincero.

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: