As autoridades da União Europeia violaram as suas próprias regras e descartaram evidências de cancro para manterem o glifosato no mercado

Um novo relatório do toxicologista Dr. Peter Clausing, mostra que as autoridades da UE violaram as suas próprias regras e desconsideraram as evidências de que o glifosato é cancerígeno, para chegarem à conclusão de que o produto químico não causa cancro.

As autoridades da UE chegaram à conclusão de que o glifosato não é cancerígeno, desconsiderando e eliminando as evidências de cancro em experiências com animais, violando as directrizes que devem orientar o seu trabalho, de acordo com um novo relatório [1] do toxicologista alemão Dr. Peter Clausing.

O relatório mostra pela primeira vez que o glifosato deveria ter sido classificado como cancerígeno, de acordo com os padrões actuais da UE. Isso significaria uma proibição automática ao abrigo da legislação da UE sobre pesticidas. No entanto, as autoridades da UE ignoraram e violaram esses padrões, permitindo-lhes chegar a uma conclusão de que o produto químico não é cancerígeno.

read more

As novas culturas geneticamente modificadas utilizam tecnologia de interferência no ARN para esterilizarem em massa

O silenciamento de genes levantou algumas sobrancelhas quando foi promovido, há pouco mais de um ano, como a próxima tecnologia “milagrosa” de alteração de genes. Foi desenvolvida com a capacidade de fazer inserções e deleções “precisas” no genoma de uma planta. Esta nova tecnologia foi desenvolvida para utilizar a interferência de ARN para bloquear a tradução de proteínas num gene. Não soa tão ubiquitariamente perigoso até perceber que o alvo específico é a capacidade reprodutiva de um insecto.

read more

Novos documentos mostram que um popular artigo Pro-Monsanto foi realmente escrito pela própria Monsanto

De acordo com documentos recentemente divulgados por via de um processo contra a Monsanto, no que diz respeito à segurança do glifosato, um herbicida amplamente utilizado, um proeminente académico da Universidade de Stanford permitiu que o gigante agroquímico escrevesse um artigo em seu nome. Posteriormente foi publicado na revista Forbes.

Henry I. Miller, um colega de Robert Wesson em Filosofia Científica e Política Pública na Hoover Institution da Universidade de Stanford, tem sido um aliado de longa data das grandes empresas agrícolas, bem como da indústria do tabaco.

read more

Os Cientistas finalmente descobrem porque comer carnes vermelhas causa cancro

Um novo estudo da Universidade da Califórnia de San Diego descobriu o culpado por detrás da associação entre o consumo de carne vermelha e cancro – e tudo isso tem a ver com um açúcar.

Os seres humanos são os únicos animais que apresentam maior risco de cancro no que diz respeito ao consumo de carne vermelha, já que outros carnívoros comem carnes vermelhas sem efeitos secundários.

O estudo, que foi publicado a 29 de Dezembro no “Procedimento da Academia Nacional de Ciências”, descobriu que um açúcar único chamado Neu5Gc, encontrado na maioria dos mamíferos, mas não nos seres humanos, desencadeia uma resposta imune que, por sua vez, causa inflamação.

read more

Mercúrio e Chumbo: a Falácia dos “Níveis Seguros”

No nosso mundo cheio de toxinas, muitas vezes estamos à espera que as agências governamentais nos digam quais os níveis de exposição que devemos considerar seguros ou inseguros. Se a nossa exposição não exceder um limite determinado pela agência, assumimos que não existem razões para nos preocuparmos. Mas como é que as agências reguladoras determinam esses mesmos limites? Existem evidências consideráveis ​​que sugerem que os limites de segurança são frequentemente arbitrários e não definem com precisão os riscos.

read more

Nova e surpreendente investigação revela que a Meditação e o Yoga literalmente reparam o ADN

As actividades que promovem o equilíbrio tais como o Tai Chi, o yoga e a meditação são reconhecidas pela sua capacidade de promoverem uma sensação de bem-estar e reduzirem o stresse, mas poderão ter mais benefícios do que aqueles que aparentam? Embora esses exercícios sejam conhecidos por serem óptimas formas de relaxar, as novas investigações mostraram que os seus benefícios se estendem muito além dos efémeros. As actividades mentais e corporais de descompressão podem oferecer podem oferecer mais do que apenas benefícios mentais. Na realidade, essas actividades podem efectivamente criar transformações físicas ao nível molecular.

read more

As grandes farmacêuticas perdem o controlo à medida que os estudos demonstram que quase 100% dos utilizadores de Cannabis abdicam dos fármacos

Um novo e histórico estudo vem ajudar a explicar porque é que as grandes farmacêuticas têm tanto receio dos benefícios medicinais da cannabis. As indústrias farmacêuticas e do álcool, ambas com muito poder e influência nos governos, desde há muito fazem pressão contra a legalização da cannabis para protegerem os seus lucros.

Este recente estudo está a substanciar a ideia de que a cannabis para fins terapêuticos pode ser usada como uma alternativa natural aos medicamentos prescritos para a dor, em que quase 100 por cento dos entrevistados afirmam que acreditam que a cannabis os ajudou a reduzir a utilização dos opióides prescritos pelos médicos, para tratar a dor.

read more

Dependência do Açucar: porque é que acontece e como acabar com ela

A DEPENDÊNCIA DO AÇUCAR: O CICLO PERPÉTUO 1. Você come açucar – você gosta, você devora-o – tem propriedades adictivas 2. Os níveis de açucar no sangue disparam – a dopamina é libertada no cérebro levando à dependência. 3. Os níveis de açucar no sangue caem rapidamente – os níveis altos de insulina causam o imediato armazenamento de gordura – o corpo fica ansioso pelo “pico” de açucar perdido 4. Surge a Fome e o Desejo de Comer – baixos níveis de açúcar no sangue causam um aumento do apetite e desejo de comer – o que faz com que o ciclo se repita.

Independentemente do que tenha para escolher, você não consegue evitar as escolhas “adocicadas”. Você quer sempre a sobremesa, mesmo quando a sua refeição o deixou satisfeito. Para si, qualquer hora é hora de lanchar – e esse momento é apenas outra desculpa para deitar a mão a algo revestido de açúcar. Se isso ressoa consigo no que diz respeito à sua relação com os doces, é provável que seja viciado em açúcar.

A sua relação com o açúcar é como qualquer outra relação nefasta. Você provavelmente sabe que é nefasta mas simplesmente não consegue convencer-se a afastar-se dela. Talvez não possa convencer-se de que precisa de deixar o açúcar para sempre, mas a informação neste artigo pode ajuda-lo.

Olhemos para os diferentes tipos de açúcar, o porquê de estar tão convencido de que precisa de açúcar na sua vida e, mais importante, como você pode vencer seu vício em açúcar de uma vez por todas, e deixar os maus hábitos de vez.

read more

Cientista climático do MIT destrói a ciência do aquecimento global: Afirmar que existe “97% de consenso” é propaganda

O Dr. Richard Lindzen está farto e cansado dos meios de comunicação repetirem vezes sem conta a chamada estatística dos “97 por cento de consenso“, para mostrarem como é sólida a concordância dos cientistas climáticos relativamente ao aquecimento global. É pura “propaganda”, argumenta Lindzen.

“Foi a narrativa desde o início”, Lindzen, um climatologista do Massachusetts Institute of Technology (MIT), disse à RealClear Radio Hour.

“Em 1998, [James] Hansen, da Nasa, fez algumas observações vagas. A Newsweek criou uma capa da revista onde afirmava que todos os cientistas concordavam. Agora, eles realmente nunca afirmam que eles concordam”.

“É propaganda”, disse Lindzen. “Então, todos os cientistas concordam que provavelmente está mais quente agora do que no final da Pequena Idade do Gelo. Quase todos os cientistas concordam que se você adicionar CO2, você terá algum aquecimento. Talvez muito pouco aquecimento”.

read more

Milhões de pacientes estão a ser SOBREMEDICADOS para a pressão arterial, novo estudo revela

Muitas vezes descrita como um “assassino silencioso“, a hipertensão ou a pressão alta afeta cerca de 1,13 biliões de pessoas por todo o mundo – cerca de um em cada três adultos nos Estados Unidos. Se estiver a tomar medicação para a pressão arterial, então está a ser sobremedicado. O primeiro estudo do seu género, mostrou que as doses menores são tão eficazes como uma dose padrão, mas com menos efeitos colaterais.

A hipertensão não deve ser menosprezada. Se não for tratada, pode levar a problemas graves como ataques cardíacos, acidente vasculares cerebrais, doenças renais e demência vascular, informou o Daily Mail Online. A hipertensão é caracterizada por níveis de pressão arterial consistentemente em acima das 140 mmHg para a pressão sistólica e / ou 90 mmHg para pressão diastólica.

read more
Top
%d bloggers like this: