Trabalho na Grelha Energética: ancorando a Luz num local perto de Si

O Preparem-se para a Mudança está entusiasmado com a introdução de um novo projecto de importância vital para este site. A maioria de vocês saberá concerteza da existência de uma Grelha Energética que envolve a Terra. São meridianos ou veios energéticos chamados de Linhas de Ley, que fornecem energia a cada ser vivo ou ecossistema na Terra, canalizando a energia cósmica necessária à sua existência. Esta preocupação deve ser universal assim como o ar que respiramos ou a água que bebemos.

gridwork

Por todo o planeta existem vórtices, pontos onde os meridianos energéticos se cruzam, e muitos desses locais são agora ocupados e subvertidos por aqueles que procuram manter o controlo sobre o nosso planeta e escravizar-nos.

Untwine, entre outros, tem estado em muitos desses locais para invocar a Luz e criou grupos em alguns desses sítios para trazer a Luz até eles. Encontrará um artigo dele mais abaixo, contendo os passos e orientações para quem deseje efectuar efectuar este trabalho também. A mais valia de o fazer deve ser evidente para os Trabalhadores da Luz. Assim sendo esta página serve para formalizar o esforço que o Preparem-se Para a Mudança faz para ajudar neste processo, criando um canal para que todos os nossos Grupos de Suporte ao Evento tenham um programa regular de encontros em locais sagrados, e fazer uma infusão de Luz na Terra para rebater a energia negativa que durante tanto tempo dominou a superfície do nosso planeta e reconectar-nos com a Rede Galáctica de Luz.

Por favor leiam a introdução a este processo descrita abaixo, se a isso se sentirem guiados, e ponham esses passos em práctica com um grupo local. Se, após tentarem estes passos se sentirem bloqueados e precisarem de ajuda para encontrar os locais ou saber o que fazer, podem escrever-nos para gridwork@prepareforchange.net, e dizer-nos onde está, o que fez até agora, e nós ajudaremos.

A publicação de Untwine’s no seu blog Recreating Balance de 21 de Outubro de 2014 encontra-se transcrita abaixo:

Convite para trabalhar sobre a Grelha de Luz Planetária

 Como muitas pessoas saberão, existe uma grelha em torno do planeta composta de correntes energéticas, e os pontos de encontro das diversas correntes são chamados de vórtices.

Esta energia pura pode ser usada para qualquer propósito. O que quer que aconteça nesse vórtice cria uma energia que se difundirá pela Rede, sendo que qualquer ocorrência energética será espelhada e materializada fisicamente, na situação em que o planeta se encontra. Não somos simplesmente observadores passivos, nós somos Criadores, e as Linhas de Ley existem para nós as usarmos. É por esse motivo que nós podemos ver que todas as culturas Ancestrais pelo mundo fora, edificaram construções em locais importantes e neles faziam cerimónias, enraizando as energias no planeta. Os grupos que procuram escravizar-nos desvirtuam-nas, e nós também sabemos que o fazem através de rituais e cerimónias. Contudo o verdadeiro propósito da Grelha é o de fazer circular a energia Pura da Fonte. A situação neste planeta actualmente é mista, e a Grelha é usada com boas e más intenções. Temos o poder de ajudar a devolver a Grelha ao seu propósito verdadeiro.

Existem já várias pessoas a proporem-se para a fazer trabalho energético colectivo sobre a Grelha remotamente, o que é óptimo, portanto o meu foco recairá sobre outra forma de trabalho que também é muito importante, que é o de fazer trabalho sobre a Grelha Energética do planeta estando fisicamente presente nos locais.

É muito importante, porque nós queremos que as mudanças se manifestem no plano físico, ancorar as energias também fisicamente.

Qualquer pessoa pode fazer isso, até mesmo sozinha, embora em grupo a eficácia seja maior. É importante fazer com que cada participante compreenda a natureza do trabalho até um certo ponto. Fazer colectivamente uma limpeza remota ao local antes de a ele se deslocar, pode efectivamente facilitar as coisas.
Quando estiver a preparar e a fazer este trabalho, temos de nos lembrar de nos protegermos constantemente, todos os dias, várias vezes por dia. Os seres que estão sendo purificados e curados por este trabalho podem tornar-se agressivos e podem antecipar-se estrategicamente e desviar as pessoas do trabalho a ser feito, ou até virar as pessoas umas contra as outras. Alguns dos locais com maior dificuldade requerem pessoas suficientes (aproximadamente mais de 6 pela minha experiência) por forma a atingir a massa crítica suficiente.

É benéfico em qualquer tipo de ambiente, sendo que as grandes cidades são as que precisam de mais trabalho, mas cidades, aldeias e vilas mais pequenas podem ter vórtices também. As coisas podem ser feitas de forma muito discreta sem chamar a atenção, ou não, como entender.

Existem duas formas de descobrir onde as linhas energéticas e os vortíces estão. Os resultados serão mais precisos combinando ambas as formas.

Uma forma é analisando os símbolos, geometria, geografia, história e circunstâncias dos locais.

Aqueles que nos procuram escravizar estão normalmente conscientes da Grelha, pelo menos nas hierarquias mais altas, portanto colocam os seus centros em pontos-chave. Historicamente as culturas ancestrais estavam mais ligadas aos templos edificados nesses pontos-chave, e usavam-nos para propósitos benevolentes, mas quando o planeta inteiro foi colonizado, aqueles que nos queriam escravizar edificaram os seus centros por cima dos templos ancestrais. Este é o caso do Vaticano que costumava ser um templo da Deusa, ou a maioria das Igrejas europeias que foram edificadas por cima de templos druídas, dólmens, menires e locais semelhantes. Notr-dame (a nossa Senhora) em Paris era um templo de Isis (Paris, Par Is, Per Isis).

Portanto a primeira coisa a fazer é reconhecer os lugares de poder, principais edificios governamentais, locais “turísticos”, centros financeiros, sedes de grandes empresas, entre outros. Estes quase sempre são estrategicamente edificados na Grelha. Em localidades mais pequenas, as igrejas são frequentemente centros energéticos poderosos, mas também podem ser outro tipo de locais.

A grande pesquisa “Segredos à vista de todos” explica muito acerca de como a grelha é constituída, dando as ferramentas para entender e reconhecer os símbolos, dando centenas de factos geométricos e históricos como este:

 Créditos da imagem para “Segredos à vista de todos”


Pode ver o primeiro documentário aqui

E pesquisar no site aqui

O Google maps também é uma óptima ferramenta para visualizar a área, em particular com o meu mapa onde poderá desenhar linhas, medir distâncias, etc.

A outra forma é usar os sentimentos, a intuição, clarividência, aprender a reconhecer os lugares onde a energia é mais intensa, e até mesmo observar o que está a acontecer. Todos temos a nossa forma de conseguir isto.

Eu participei em 5 conferências Cobra em diferentes locais pelo mundo fora, e em todas as ocasiões fizemos trabalho sobre a Grelha Energética em pontos-chave.

ele explica algo que também aprendi por experiência própria: este planeta está a sofrer uma compressão agora, existe um bloqueio imposto por aqueles que nos querem escravizar, utilizando-nos também como reféns e efectivamente evitando quaisquer seres de entrarem e sairem. Abaixo da superfície existe a rede Agartha, e acima da superfície existem muitos seres desta Galáxia, que estão alinhados com a Fonte e a trabalhar pela libertação da superfície do planeta. Eles estão a fazer tudo o que podem mas acima de tudo não podem estar presentes na superfície do planeta devido à situação de sequestro em que nos encontramos. Por esse motivo precisamos de pessoas que estejam presentes aqui na superfície , para criar uma ponte e acabarem com o bloqueio, criando uma ligação com o exterior.

Portanto todos esses seres fora da superfície deste planeta que querem difundir a Luz pela Grelha, procuram pessoas para ancora-la aqui, porque é onde nós queremos que as mudanças aconteçam. Eles observam-nos e assim que iniciamos o trabalho sobre a Grelha Energética eles participam. Portanto até mesmo uma mão cheia de pessoas efectuando esse trabalho abrirá caminho para que muitos mais seres se juntem. Isto aconteceu-me a mim e à minha companheira quando nos sentimos guiados a trabalhar no Sacre-coeur em Paris. Fizemos um trabalho especial de movimento energético em frente do edifício, como casal, uma entidade equilibrada e enquanto fazíamos isso a minha companheira vio dezenas de Pleidianos esvoaçando à volta do edifício com Luz, graças à ponte que nós criamos. Isto pode acontecer, mesmo que não seja visível para nós, com muita frequência com qualquer pessoa que expresse essa intenção e enraíze essa frequência.

Portanto, logo que o local seja encontrado, é melhor fazê-lo com o maior número de pessoas possível, e existem muitas coisas que podem ser feitas. Usar a sua própria intuição fará com que crie as suas próprias técnicas e tome as suas próprias decisões.

Exemplos disto incluem a visualização de pilares de Luz Branca vindos do Sol Central da Galáxia até ao centro da terra, através de si e do local que está a purificar. Isto é bom para romper o bloqueio e criar uma ponte. A chama violeta é também muito eficaz para limpar e transmutar, visualizando uma dupla espiral , uma no sentido dos ponteiros do relógio e outra no sentido contrário. Rodar e espirais à volta de si mesmo e à volta de edifícios ou locais específicos cria um movimento em espiral e também é muito bom esse é o fluxo natural da energia. O sentido dos ponteiros do relógio é para enraizar, feminino, e o contrário aos ponteiros do relógio é libertador e masculino. Criar geometrias sagradas e equiliíbrios masculino-feminino é também fundamental e efcaz. Por exemplo, 6 pessoas podem formar um hexagrama, um merkabah, composto por dois triângulos, um feminino e outro masculino. 5 pessoas podem criar um pentagrama, 7 pessoas podem cada uma visualizar uma cor diferente e criar um arco-íris, ect. Use a sua intuição e criatividade.

Pode encontrar pessoas com as quais fazer isto na sua zona aqui:

http://pt.prepareforchange.net/create-join-a-group/


Actualização:
 Clique aqui para ver um exemplo com o meu processo em Vancouver, e nos links no lado direito do meu blog para outras cidades.

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: