As Convicções Anti-Vacinação de Gandhi soam a Verdade, quase Um Século Depois

Há quase um século, Gandhi publicou um livro onde ele desconstruía os perigos e a falta de eficácia das vacinas e as agendas que as motivavam. As suas palavras ressoam como verdadeiras, agora mais do que nunca.

O tópico das vacinas na internet tem sido tema de controvérsia. Não só Gandhi assumiu o que muitos hoje consideram ser uma posição “anti-vacinas” extremista, como também alguns têm questionado se ele alguma vez fez essa declaração ou semelhantes.

“A vacinação é uma prática bárbara, e é uma das mais fatais de todas as ilusões actuais do nosso tempo”. “Aqueles que são objectores conscienciosos à vacinação devem, se necessário, ficarem isolados contra o mundo inteiro, em defesa da sua convicção”. Mahatma Gandhi

A verdade é que esta citação apenas arranha a superfície da crítica mordaz que Gandhi fez sobre os perigos, ineficácia e malfeitorias associadas às campanhas de vacinação no seu tempo. Gandhi, é claro, é o mais célebre anti-imperialista da história, tendo quase sozinho desencadeado o movimento da independência da Índia do domínio colonial britânico. Ele era extremamente sensível às formas ocidentais de controlo e opressão, e pôde aplicar seu intelecto à forma pela qual o estabelecimento médico ocidental estava a forçar milhões de índianos a sucumbir à prática insalubre da vacina contra a varíola e a praga.

read more

Múltiplas Vacinas Infantis Associadas ao Aumento da Mortalidade

Um novo estudo publicado na revista Vaccine trouxe à luz um lado obscuro e extremamente perturbador, ainda que na práctica não seja reportado, das campanhas de imunização nos países sub-desenvolvidos, ou seja, a constatação de que a mortalidade infantil às vezes aumenta quando aumenta o número de vacinas co-administradas. Uma descoberta diametralmente oposta à crença amplamente difundida de que a vacinação é sempre uma intervenção que salva vidas e que quanto mais vacinas forem administradas aos bebés, melhor.

Um novo estudo associa a vacina da tríplice bacteriana e as vacinas contra a febre amarela à morte de lactentes

O novo estudo observacional da Guiné-Bissau, país da África Ocidental, intitulado “A co-administração de vacinas vivas do sarampo e da febre amarela e vacinas pentavalentes inactivadas está associado a um aumento da mortalidade comparativamente às vacinas contra o sarampo e febre amarela” [i], e relativo à observação, já consistente na literatura biomédica, de que a co-administração da vacina inativada difteria-tétano-pertussis (tríplice bacteriana) e da vacina viva atenuada de sarampo (MV) aumenta a mortalidade em comparação com o recebimento apenas de VM. [ii] [iii]

read more

Porque é que as vacinas, os pesticidas e os rastos químicos são as três principais armas de destruição maciça

African-Child-Vaccine-Shot-Arm

Antes de aprofundar estes temas tão controversos, é fundamental rever as definições adequadas de cada um, como eles inerentemente se relacionam com a compreensão adequada da forma como cada um aplica a “ciência” de hoje à política, meio ambiente e, claro, à saúde e à segurança das pessoas.

Em primeiro lugar, uma arma de destruição em massa, ou “ADM”, é um produto químico, nuclear, arma radiológica ou biológica que tem a capacidade de matar e causar danos significativos a um grande número de seres humanos, para não mencionar os danos massivos às estruturas feitas pelo homem e à biosfera.

read more

Os Amish não têm Autismo, e eles não são vacinados!

108519002

É interessante o facto de que as crianças do povo Amish que vivem em os EUA não têm autismo, e eles crescem saudáveis ​​e sem receber vacinas. Muitos países europeus como o Reino Unido, Irlanda, Alemanha, Áustria, Suíça, Holanda e Espanha rejeitaram a vacinação obrigatória porque apenas dá um período limitado de imunidade. De acordo com eles, mesmo se as crianças ficarem doente de algumas doenças, isso causa menos problemas do que o autismo. Eles dizem que um exemplo disso é o de uma mulher grávida ao apanhar rubéola, que poderá dar à luz uma criança com anomalias congénitas.

read more

Top
%d bloggers like this: