Estudo Piloto entre Crianças Vacinadas Precocemente Vs Não Vacinadas, Denota o Aumento Exponencial de Doenças e Transtornos Crónicos

Este estudo inovador foi imediatamente retraído por razões políticas. Leia a nossa actualização sobre isso aqui.

O progresso no sentido da vacinação obrigatória já não é uma teoria da conspiração. O projecto de lei 277 do Senado da Califórnia despertou as famílias para uma realidade onde o consentimento informado e a liberdade em matéria de saúde não se aplicam.

Actualmente, o povo americano enfrenta 173 projectos de lei relacionados com as vacinas em 40 estados diferentes. A linguagem de muitas das novas leis visa aumentar o rastreamento, identificar as famílias que não vacinam, forçar os calendários de vacinação e perseguir ainda mais as famílias que optam por não dar as vacinas. Os produtos privados de empresas farmacêuticas com fins lucrativos e legalmente protegidas. Os meios de comunicação corporativos e as indústrias médicas têm exercido a sua plena influência por detrás da mensagem de transparência e segurança das grandes farmacêuticas. Ao mesmo tempo, ambas as indústrias estão simultaneamente a censurar as discussões sobre a fraude, os perigos, os danos crescentes e o comportamento criminoso inerente à indústria das vacinas e daqueles que pressionam no sentido da vacinação obrigatória. Um ponto central da disputa, e de violação de direitos humanos, é o facto de que historicamente, nenhum estudo comparativo sério tinha sido feito entre as populações vacinadas versus não vacinadas. No entanto, tal estudo já existe agora.

read more

As Novas Vacinas ainda causam Autismo e os Governos Sabem

Hoje nos EUA e num número crescente de outros países, a política oficial é a de que qualquer estudo científico, independentemente da sua metodologia, qualidade, credenciais de autor e processo revisto por pares é sumariamente descartado como incompleto, irrelevante ou sem suporte se for encontrada uma ligação entre qualquer vacina ou combinação de vacinas, e distúrbios do espectro do autismo.

Mesmo quando o imunologista do CDC, o Dr. William Thompson, denúncia e fornece milhares de páginas de dados científicos e pesquisas que provam a ligação vacina-autismo, a questão é rapidamente colocada debaixo da mesa. No caso da revelação dos documentos confidenciais do Dr. Thompson a um subcomité do Congresso, o CDC dissimulou intencionalmente as evidências de que os meninos afro-americanos com menos de 36 meses tinham maior risco de autismo após receberem a vacina MMR. Os documentos também provaram que o CDC sabe há muito tempo que os tiques neurológicos, indicando distúrbios cerebrais, foram associados às vacinas que continham timerosal, como a vacina contra gripe.

read more

As Convicções Anti-Vacinação de Gandhi soam a Verdade, quase Um Século Depois

Há quase um século, Gandhi publicou um livro onde ele desconstruía os perigos e a falta de eficácia das vacinas e as agendas que as motivavam. As suas palavras ressoam como verdadeiras, agora mais do que nunca.

O tópico das vacinas na internet tem sido tema de controvérsia. Não só Gandhi assumiu o que muitos hoje consideram ser uma posição “anti-vacinas” extremista, como também alguns têm questionado se ele alguma vez fez essa declaração ou semelhantes.

“A vacinação é uma prática bárbara, e é uma das mais fatais de todas as ilusões actuais do nosso tempo”. “Aqueles que são objectores conscienciosos à vacinação devem, se necessário, ficarem isolados contra o mundo inteiro, em defesa da sua convicção”. Mahatma Gandhi

A verdade é que esta citação apenas arranha a superfície da crítica mordaz que Gandhi fez sobre os perigos, ineficácia e malfeitorias associadas às campanhas de vacinação no seu tempo. Gandhi, é claro, é o mais célebre anti-imperialista da história, tendo quase sozinho desencadeado o movimento da independência da Índia do domínio colonial britânico. Ele era extremamente sensível às formas ocidentais de controlo e opressão, e pôde aplicar seu intelecto à forma pela qual o estabelecimento médico ocidental estava a forçar milhões de índianos a sucumbir à prática insalubre da vacina contra a varíola e a praga.

read more

Vacinar ou não vacinar? – Já não é mais uma questão

Notícia de última hora: um colega polaco, um naturopata de renome chamado Jerzy Zieba, acaba de me enviar uma informação que poderá virar completamente o jogo sobre exactamente o assunto sobre o qual eu estou a tentar escrever. “Os Juízes do Supremo Tribunal Federal alemão confirmaram que o vírus do sarampo não existe e que a vacinação contra o sarampo pode ter sido injectada em milhões de inocentes cidadãos alemães por razões sinistras”. Isso realmente é uma bomba porque, embora muitos cépticos sobre as vacinas tenham, ao longo de muitos anos, expressado sérias dúvidas sobre a veracidade dos programas de vacinação, esta é a primeira vez que um Supremo Tribunal se pronuncia sobre a questão.

read more

Importante Actualização da Situação ~ COBRA ~ 9/10/2016

Parte da informação divulgada neste relatório poderá ser difícil ou perturbadora para alguns, mas precisa de ser divulgada de qualquer forma.

A limpeza do grupo quimera continua. Após o quimera ter aberto uma frente de guerra no interior do nosso Sistema Solar, as forças da Luz perderam muito território no plano de plasma por todo o Sistema Solar e a frota Pleiadiana teve que recuar quase na totalidade.

Algum desse território foi recuperado nos últimos dias e os pleidianos estão a regressar.

read more

Porque é que as vacinas, os pesticidas e os rastos químicos são as três principais armas de destruição maciça

African-Child-Vaccine-Shot-Arm

Antes de aprofundar estes temas tão controversos, é fundamental rever as definições adequadas de cada um, como eles inerentemente se relacionam com a compreensão adequada da forma como cada um aplica a “ciência” de hoje à política, meio ambiente e, claro, à saúde e à segurança das pessoas.

Em primeiro lugar, uma arma de destruição em massa, ou “ADM”, é um produto químico, nuclear, arma radiológica ou biológica que tem a capacidade de matar e causar danos significativos a um grande número de seres humanos, para não mencionar os danos massivos às estruturas feitas pelo homem e à biosfera.

read more

Estudo chocante: Os países com maiores taxas de vacinação têm maiores taxas de mortalidade infantil também

African-American-Infant-Mother-Doctor-Vaccine

Os países ricos que exigem o maior número de vacinas para crianças com idade inferior a 1 ano e também têm as mais altas taxas de mortalidade nessa faixa etária, de acordo com um estudo realizado por um cientista independente de computação e pesquisador do Think Twice Global Vaccine Institute, e publicado na revista Human & Experimental Toxicology em 2011.

O estudo resultou do reconhecimento de que, enquanto o esquema vacinal dos EUA pede mais doses de vacina do que qualquer outro país, os Estados Unidos ainda ocupam o 34º lugar entre os países com maior taxa de mortalidade infantil.

read more

Os Amish não têm Autismo, e eles não são vacinados!

108519002

É interessante o facto de que as crianças do povo Amish que vivem em os EUA não têm autismo, e eles crescem saudáveis ​​e sem receber vacinas. Muitos países europeus como o Reino Unido, Irlanda, Alemanha, Áustria, Suíça, Holanda e Espanha rejeitaram a vacinação obrigatória porque apenas dá um período limitado de imunidade. De acordo com eles, mesmo se as crianças ficarem doente de algumas doenças, isso causa menos problemas do que o autismo. Eles dizem que um exemplo disso é o de uma mulher grávida ao apanhar rubéola, que poderá dar à luz uma criança com anomalias congénitas.

read more

Robert De Niro: ‘há uma ligação entre as vacinas e o autismo’

De Niro

Robert De Niro entrou na controvérsia sobre se vacinas podem causar autismo, dizendo que ele acredita que há uma ligação e que algumas crianças não devem ser vacinadas.

De Niro revelou no mês passado que o seu filho Elliot, de 18 anos, tem autismo, e disse na quarta-feira que acredita que algumas crianças estão em risco de serem prejudicadas pelas vacinas.

A estrela de “O Padrinho” é a mais recente celebridade a fazer tais afirmações, que foram quase universalmente rejeitadas pelos médicos, mas são aceites por um número crescente de pais.

read more

Quando os pais não estão de acordo sobre as vacinas…

…E o que fez um Pai mudar de ideias sobre as Vacinas

Muitos de nós já passaram por isto. Um pai / mãe / conjugue começa a questionar as vacinas, ou talvez sente com cada fibra do seu corpo que se vacinar os seus filhos não é uma opção, e o seu parceiro não partilha da mesma opinião. Às vezes é uma batalha difícil e sem fim, mesmo depois de ser tomada uma decisão. Às vezes, o outro progenitor acaba por concordar. Outras vezes, eles só têm de concordar em discordar. Esta é uma história de um conhecido meu, que partilho para mostrar apenas o que finalmente fez o seu marido realmente agradecer-lhe por não vacinar a sua filha.

read more

Top
%d bloggers like this: