O acordo secreto da Redefinição Global

Você não tem permissão para ter conhecimento deste acordo secreto que levará à Redefinição financeira internacional. É por isso que o Veterans Today (VT) está cobrindo este tema. É apenas mais uma razão pela qual a nações ocidentais criaram o Estado Islâmico.

…por  Preston James

G@)

O grupo dos G-20 na sua Reunião de 2013 em São Petersburgo, Rússia, de 5 a 6 de Setembro. Anfitrião: Vladimir Putin, Presidente da Federação da Rússia

Nesta altura, é claro para a maioria dos leitores do VT que Estado Islâmico foi criado e treinado, e agora é fornecido e financiado secretamente por uma coligação de nações incluindo os E.U.A., Israel, Arábia Saudita, Turquia e outros intervenientes de menor relevo, mas reais.

Combatentes do Estado Islâmico feridos foram levados para Israel para tratamento, e alguns evacuados de helicóptero por militares norte-americanos.

O actual chefe do Comité dos Assuntos Militares do Senado, o senador John McCain tem estado profundamente envolvido na criação do Estado Islâmico, assim como trabalhado em estreita colaboração com um general americano aposentado, que agora está numa nação do Médio Oriente funcionando como Comandante do Estado Islâmico.

O Senador McCain foi empurrado para o vácuo de poder da nossa administração actual, marcado por um presidente que está a chegar ao final do seu mandato e que perdeu a maior parte da sua autoridade militar. E a maioria dos leitores do VT sabe qual a potência estrangeira para a qual o senador McCain realmente trabalha, juntamente com quase todos os outros membro do Congresso dos Estados Unidos por causa do seu juramento ao Comité dos Assuntos Israelo-americanos (AIPAC).

E nós sabemos que o propósito do Estado Islâmico tem sido o de desestabilizar o Oriente Médio, a balcanização a Síria e Irão e, agora, a Europa através da imigração maciça. Mas também para proteger os interesses comerciais de Israel relacionados com a descoberta de novas reservas de petróleo nos Montes Golan e a criação de um novo gasoduto para fornecer petróleo e gás para a Europa.

Sabemos também que a outra razão para a contratação e implantação dos mercenários do E.I. é o de ajudar a NATO no isolamento e enfraquecimento da República da Rússia, a fim de proteger os interesses das grandes petrolíferas.

Mas o E.I. também foi criado e implantado para ajudar a manter a hegemonia económica do Ocidente, que tem sido cada vez menor devido ao crescente poder económico e militar da Federação Russa. Acontece que todas essas guerras no Oriente Médio e terrorismo estão sempre associadas às grandes petrolíferas e à manipulação dos preços do petróleo para catapultar os lucros.

A máfia czariana continua com esperança de conseguir provocar a Federação Russa e os Estados Unidos por forma a envolve-los num conflito nuclear ou 3.ª guerra mundial, o que colocaria a mesma máfia czariana de volta ao comando das operações. Até agora aparentemente a estratégia não funcionou.

E temos visto evidências da nova força militar e superioridade tecnológica  russa.

O incidente com o navio USS Donald Cook, em Março de 2104 acordou muita gente para a realidade (o Sistema Aegis do navio foi desligado temporariamente durante uma demonstração aérea por dois especialmente equipados Su-24s Russos, no Mar Negro).

Putin starts the new year out by stating the obvious that few in the West dare to do

Putin é conhecido por ser um líder muito inteligente e astuto. Ele tem os melhores sistemas defensivos e de guerra electrónica do mundo, o melhor sistema de recolha informações no estrangeiro e os melhores assessores económicos, políticos e militares. Mas estará ele está recebendo secretamente ajuda de um grupo muito avançado tecnologicamente?

Mas há outra razão ainda mais importante para a existência do E.I. É o de financiar temporariamente o Ocidente e os Estados Unidos mantendo à tona de água o navio moribundo do Petrodólar.

Este processo baseia-se no petróleo bruto que tem sido roubado ao Iraque e Síria que o E.I. tem levado por comboios de camiões cisterna até à Turquia, transportando posteriormente uma quantidade substancial para Israel com um grande desconto.

Estas receitas, juntamente com as receitas do ópio afegão, têm mantido os grandes bancos ocidentais à tona d’água.

As principais razões para as guerras no Oriente Médio, que começaram todas com George Bush (pai), desde então até o presente, foram as de resgatar o falhado sistema económico do Ocidente, como solução provisória.

As guerras e o comércio ilegal de narcóticos são tão lucrativos e importantes que, sem esses dólares, a maior parte dos bancos de Wall Street e todo o sistema bancário privado central ocidental entraria em colapso, assim como o gigante que é a indústria de defesa americana.

Sim, guerras e drogas só servem para sustentar o sistema bancário da máfia czariana e captar tanta riqueza quanta possível.

A máfia czariana e as grandes famílias de accionistas dos Bancos Ocidentais sabem que o seu sistema está condenado. Eles querem armazenar tanta riqueza quanto possível antes que o novo sistema financeiro mundial esteja operacional, seja este eletrónico ou uma nova cesta de moedas de reserva, ou ambos.

As pessoas que realmente mandam nos E.U.A são aquelas famílias de “linhagens” estrangeiras que se infiltraram nos E.U.A. e os sequestraram em 1913 através da privada, ilegal e inconstitucional Reserva Federal Norte-Americana.

Essas elites que compõem as hierarquias superiores da máfia czariana, instruíram os sauditas a baixar o seu preço do petróleo. Isso foi planeado para sancionar Putin e a Federação Russa por apoiar os seus bons aliados de longa data, a Síria e o Irão, fazendo a Federação Russa subjugar-se.

Essas elites acreditavam que isso iria rapidamente destruir a Federação Russa no campo económico, mais ainda com a situação despoletada pelo golpe de estado na Ucrânia, patrocinado pelos Estados Unidos. O governo Norte-Americano terá gasto 5 Biliões de dólares americanos dos contribuintes para pagar por este acto de guerra contra os ucranianos.

Este pagamento e o próprio golpe em nome da máfia czariana foram apoiados pelo governo dos EUA e orientado pelo secretário de Estado adjunto e cidadão com dupla nacionalidade (Israelo-americana), Victoria Nuland.

Mais uma vez o Presidente Putin fez valer as suas fontes de informação de superior qualidade, e venceu-os por desgaste.

Putin não só tinha preparado a Federação da Rússia para esta jogada no tabuleiro internacional, como parecia estar preparado para isso com antecedência.

O interessante é que logo depois nosso (VT) próprio editor financeiro Mike Harris ter vindo a público sugerir que a Federação Russa deveria responder a esta redução do preço de petróleo bruto da Arábia, e vencer o Ocidente no seu próprio jogo, a Federação Russa fez exactamente isso.

Putin não começa nada, mas como um mestre de artes marciais ou jogador de xadrez, que ele faz os mais sábios e estratégicos movimentos de defesa.

E o resultado desta recente jogada de xadrez de Putin tem sido tão eficaz quanto a sua decisão inesperada de honrar o pedido de Assad para ajudar a combater o exército terrorista do E.I., um exército por procuração das forças económicas ocidentais.

É quase como se Putin tivesse alguém que é incrivelmente inteligente aconselhando-o.

Junte a isso os sistemas defensivos de guerra eletrónica e de armas muito avançados  que a Federação Russa é agora detentora, e começa-se a querer saber apenas quem ou o quê está agora a ajudar a Federação Russa. Este assunto será explorado num artigo futuro, e vai levar os leitores até bastante fundo na toca do coelho, porque alguns dos factos que agora sabemos sobre ele são realmente muito, muito estranhos e realmente muito difíceis de entender.

Não importa o quanto o Ocidente tentou empurrar Putin e a Federação Russa para uma 3.ª guerra mundial, da qual até agora ele se tem habilmente esquivado, respondendo com sabedoria nos assuntos chave, taco a taco, mantendo-se imperturbável.

A Redefinição secreta é negociada:

Durante o ano de 2013, os G20 reuniram-se três vezes, uma vez em Moscovo (Fevereiro) e duas vezes em Washington D.C. (Abril e Outubro).

Da segunda reunião, a de Washington em Abril, fizeram parte outras reuniões com o F.M.I. e o Banco Mundial. Sobre estas reuniões privadas existe a suspeita de que um acordo secreto aparentemente foi feito com base no reconhecimento de que o Sistema Bancário de dinheiro “Fiat” privado Rothschild e czariano era insustentável. Sabemos que o acordo foi feito, mas a data exacta não foi confirmada.

Foi também reconhecido que o petrodólar dos E.U.A. tinha dado ao Ocidente uma ferramenta desleal para usurpar e tirar proveito indevidamente do resto do mundo.

Aparentemente, esses “novos entendimentos” dos G20 foram motivados pela presença de um grupo novo e cada vez mais poderoso, de cariz discreto, mas que entregou alguns “ultimatos”. Estamos em crer que data exacta em que este acordo secreto foi feito terá sido no final de 2013. Especulamos que isto terá sido discutido em reuniões privadas preparatórias antes de ser levado à mesa.

CITYOFLONDON2

A estátua do Grande draconiano na cidade de Londres , alegadamente o deus secreto da máfia czariana, e maior parasita de seres humanos na história. Estarão os draconianos agora a ser dominados por uma outra entidade ou grupo mais amiga dos humanos?

Este novo grupo que surgiu e apareceu em cena no G20 , com uma presença significativa e poder aparente, é diferente daquele da Máfia czariana / Rothschild que sequestrou o planeta nos últimos 300 anos.

Este novo grupo parece estar alinhado com a Federação Russa e um sector oculto dentro alguns programas de acesso especial de empreiteiros do sector da defesa dos E.U.A.

É muito difícil obter informações sobre este acordo que foi negociado em segredo, porque as partes envolvidas acreditam que, se isso for divulgado, eles serão severamente sancionados por preconceitos.

Parece que este novo grupo instruiu os membros do G20 no sentido de que o actual sistema financeiro da máfia czariana era insustentável e o mundo já não aceita nem permite mais isso.

Durante estas reuniões um plano aparentemente foi proposto e aprovado para dissociar o petróleo do dólar norte-americano, e criar uma cesta de moedas ajustadas ao valor real das economias, no lugar do petrodólar dos E.U.A., como moeda de reserva do mundo.

Uma tabela cronológica foi aparentemente criada para lançar este novo sistema financeiro mundial, destronando, peça por peça, o sistema da máfia czariana.

No entanto, apesar deste acordo secreto de redefinição estar feito, enfrenta agora resistência por parte da máfia czariana e dos seus cúmplices.

Isto não é nenhuma surpresa uma vez que os princípios “das famílias de linhagem” sempre foram notavelmente de duas caras e o de dar o dito por não dito.

A resistência a este novo acordo secreto está emergindo com o E.I. e a coup d’Etat americo-israelita encenada na Ucrânia ocidental pelos grandes bancos da máfia czariana, na tentativa de salvar-se a si mesma, enquanto pode. Quanto mais tempo eles resistem a honrar este acordo, mais penosa e demorada será a queda, e mais e mais do Ocidente (especialmente Europa e América) arrastarão com eles. Agora é o momento para todos se unirem e se livrarem deste navio moribundo.

A questão que sempre surge é a de como poderia uma organização tão poderosa como a máfia czariana abdicar do seu poder e hegemonia monetária por todo o mundo sem um grande conflito com as forças militares dos Estados Unidos, país que eles sequestraram antes da 1.ª guerra mundial?

Nós ainda não temos a resposta completa a esta pergunta, mas parece que este novo grupo tem um substancial poderio militar defensivo que têm partilhado com a Federação Russa, poder que ultrapassa a capacidade militar americana, mesmo quando a NATO e Israel a ela é adicionada.

Pode ser que Putin e a Federação da Rússia tenham os principais trunfos na mão que irão determinar a velocidade do desaparecimento do sistema da máfia czariana, a menos que o povo americano acorde rápido e se una para agir.
Quem tem um amplo conhecimento de novas tecnologias defensivas de guerra eletrónica da Federação Russa acredita que eles têm um novo Sistema de Escudo Defensivo que é impenetrável, e que daria proteção completa sobre quaisquer ataques nucleares por parte do Ocidente.

Conclusão:

À medida que as consequências desta redefinição secreta se tornarem visíveis, a primeira coisa que provavelmente iremos ver será o aumento significativo dos preços das mercadorias importadas durante o primeiro mês (talvez até 20%) e outros 20% logo depois. O céu pode ser o limite. O nível de vida na América (a menos que sistemas de energia livre comecem a ser comercializados) é susceptível de cair para o nível do México ao longo de um ano ou dois, talvez mais rápido.

Como o nível de vida na América vai cair, o pesadelo mexicano vai se tornar ainda mais intolerável sem os dólares reciclados do comércio de estupfacientes fornecidos pela CIA, quando perderem o seu mercado, assim como as divisas que os imigrantes ilegais e legais transferem para as suas famílias na terra natal.

Alguns previram agitação social extrema nos centros urbanos da Europa e E.U.A., e até mesmo, talvez, por todo mundo. É por isso que agora há um esforço óbvio da máfia czariana para envolver todas as grandes cidades do mundo sob a égide dos planos anti-terroristas, anti-extremistas e tudo o que está relacionado com projecto Strong Cities, promovido pela Agenda 21 e os acordos de comércio livre. Você não é suposto ter conhecimento deste programa secreto Strong Cities e por isso, naturalmente, também será coberto pelo VT.

E agora você sabe porque é que a máfia czariana tem procurado tanto militarizar a polícia americana e europeia, consolidando o seu estado-polícia. Agora você sabe por que o governo dos E.U.A. tem comprado de milhões de cartuchos de munições, AR-16, pistolas 9 milímetros, lançadores de granadas, carros blindados, coletes e barreiras armadas para todos os seus grupos anteriormente desarmados e não treinados, como o Departamento de Educação, EPA, Serviço Postal dos E.U.A., etc.

Esses lacaios que gerem as coisas na América para a máfia czariana vão tentar desesperadamente manter-se no poder, mesmo após a máfia czariana ser desmantelada, e eles acreditam que podem manter-se no poder durante e após a redefinição e reinicialização, que vão ficar <<sozinhos em casa >> e capitalizar a oportunidade para manter o controlo sobre os E.U.A. Este cenário provavelmente não passará de um pensamento ilusório, visto que a maioria dos americanos vai querer vingança a sério da máfia czariana e dos seus lacaios, logo que a redefinição e reinicialização aconteça.

A razão pela qual tem havido tantos imigrantes ilegais (e legais) aceites na América e na Europa até agora, é por causa dos acordos laterais que acompanham este novo acordo secreto de redefinição. Foi acordado que as novas fronteiras seriam reduzidas e as políticas de imigração relaxadas, e isso constaria de todos os novos acordos de comércio livre, em cláusulas secretas. E isso foi de facto o que ocorreu. O NAFTA foi o primeiro e é a razão pela qual a fronteira sul dos Estados Unidos não foi fechada, apesar de toda a histeria do governo norte-americano sobre o terrorismo mundial. Na verdade nós sabemos que, assim como a máfia czariana, também estão profundamente envolvidos nisto o Reino Unido e Israel.

Certamente agora podemos concluir que a máfia czariana tem sido o maior parasita anti-humano do mundo. É um sindicato do crime intergeracional muito astuto, o maior comerciante do mundo de drogas, guerra, morte, pobreza e miséria. Leva ao extremo a postura das duas caras e viveu a Grande Mentira em todas as frentes. É improvável que a sua queda ocorra sem luta. Nunca respeitam os acordos pelo que a sua aceitação deverá ser forçada.

Esta resistência da máfia czariana ao acordo secreto de redefinição que eles mesmos assinaram poderá ter como consequência uma transição complicada para todos à medida que a máfia czariana é desalojada e removida do poder. Isso por si só é uma tarefa monumental por causa da dimensão da infiltração nos E.U.A. nos últimos 100 anos, desde que eles sequestraram o nosso sistema de criação e distribuição de dinheiro em 1913.

Para a questão de porque é que um novo e poderoso grupo permitiria a criação do E.I., a melhor resposta aparentemente, neste momento, é a de que ele se encaixa no seu plano geral para depôr o regime existente e eliminar a máfia czariana, para que eles possam reconstruir um novo sistema económico no mundo inteiro a partir do zero.

E alguns delatores alegam que o modelo que este grupo usa para intimidar ou coagir, é baseado na obtenção de consentimento, indivíduo por indivíduo e, dessa forma, coagir grupos e nações sob o seu domínio, evitando qualquer acção directa que os incrimine.

Podemos apenas esperar que este novo e poderoso grupo de influência, que agora está a afirmar-se através da Federação Russa e de um sector oculto dentro alguns programas de acesso especial de empreiteiros do sector da defesa dos E.U.A, pretende ajudar a Humanidade através do desenvolvimento de sistemas de energias de ponto zero, Helium3, ou algum tipo de novo sistema de “energia livre” para todos, pondo um fim à dependência do mundo inteiro em relação ao petróleo bruto, motores de combustão interna e energia nuclear.

Por Preston James, Ph.D 

Fonte: http://www.veteranstoday.com/2016/01/09/the-secret-global-reset-agreement/

Deixe um comentário

Top