A Ciência da Vida, do Universo e de Tudo? A Teoria dos Sistemas Recíprocos de Dewey B Larson – percorrendo o caminho da Verdade num mundo de falsidades

O Caminho de Quem Busca a Verdade – “Não acredite cegamente em nada, mas com uma mente aberta, ouça tudo” No nosso mundo moderno de elevado stress e pouco tempo, a tentação de cegamente acreditar nas doutrinas dos meios de comunicação, governo e da ciência está sempre presente; levando a uma dependência dos peritos – típico de um escravo. Mas aquele que busca a Verdade compreende que a Verdade está à sua volta, e que o mais elaborado engodo é meramente a Verdade reconstruída para parecer falsa. Por isso, aquele que busca a Verdade ouve todos os pontos de vista com uma mente aberta, lentamente treinando-se para ver a realidade com maior clareza, aumentando o conhecimento sobre a própria vida; levando à Liberdade sobre os peritos e a autoridade – e que identifica a Soberania Pessoal, a Integridade Moral e Verdadeira Soberania.

Dewey B. Larson foi engenheiro durante a primeira metade do século 20, numa altura em que muitas teorias contraditórias sobre o funcionamento do Universo estavam a começar a ganhar popularidade. Apesar de ter sido rotulado como um pária por questionar os dogmas científicos, ele investigou toda a ciência física ao longo de um período de 40 anos, descobrindo que havia muitas teorias imprecisas disfarçadas de factos aceites. Isto teve o efeito de impedir uma teoria verdadeira e precisa de ser desenvolvida para explicar o Universo como um todo, algo que Larson e a sua equipa fizeram:

Eu sempre fui um fã da ciência, procurando aprender sobre Cosmologia, Biologia e Psicologia desde bastante cedo na vida. Mesmo em criança, eu podia ver que haviam alguns problemas evidentes com as teorias aceites, mas assumi que não tinha informação suficiente para compreender a complexidade da Relatividade, da Teoria de partículas e afins. Eu pensei que eu “não era inteligente o suficiente para entender”.

http://sitsshow.blogspot.com/2015/01/memorizing-facts-teaches-slave-think.html

Eu frequentei a Universidade com ênfase na Física, devido a uma curiosidade profunda sobre a vida e do Universo. Nesse contexto eu encontrei um modelo de pensamento ainda mais dogmático, com professores e alunos a aceitarem as doutrinas da ciência moderna, como se fossem factos provados. Muitos anos depois, eu descobri o trabalho de Larson através da Lei do Uno (Law of One), e desde então eu comecei a descobrir muitos erros conceptuais na ciência contemporânea.

Como Larson fez à quase 70 anos atrás, eu comecei a questionar muitas das crenças que eu cegamente tinha aceite durante a minha educação, e sentiu-me mais confuso do que nunca. Mas lentamente, depois de pesquisar e estudar a física Larsoniana – assim como quase todas as outras teorias a que consegui deitar a mão – eu comecei a entender os conceitos pessoalmente. Agora, quase quatro anos depois, tenho desenvolvido um entendimento pessoal suficiente para ver como todas as várias teorias estão descrevendo uma realidade objetiva (o que é), mas através da lente das crenças aceites e subjacentes a cada teoria. Não tenho a pretensão de ser o único promotor da verdade, mas eu desenvolvi os “olhos para ver” em resultado de todos os meus esforços, algo que qualquer um pode fazer.

O Caminho de quem busca a Verdade pode ser difícil, pois temos de confiar em nós mesmos para desenvolver o conhecimento. Se não entender um conceito, temos de nos concentrar com tempo e concentração para que nós, ao fazê-lo, nos preparemos a nós próprios para outros conceitos grandiosos. Se nós não compreendemos o Electromagnetismo, então temos de estudá-lo de forma a entender como os nossos corpos estão ligados à terra. Se nós não compreendemos o sistema imunológico, então temos de estudá-lo para que possamos saber como os nossos corpos funcionam e mantermos a nossa saúde.

O modus operandi subjacente é claro: o conhecimento pessoal liberta-nos da dependência da autoridade, que poderá ter, ou não, o nosso melhor interesse em vista. Cada um de nós tem a capacidade de compreender o Universo – com a mesma clareza como as melhores mentes deste planeta. Mas cada um de nós aprende de maneira diferente, e no seu próprio tempo. Fomos ensinados a pensar que a aprendizagem deve acontecer em intervalos certos de tempo, e se nós não aprendemos o que era suposto, então nós devemos ser estúpidos ou incapazes. No entanto isso não é bem assim quando observamos os processos de ensino como um todo.

Em escolas como a SudVal, os alunos não têm prazos para a aprendizagem e o lema é “ninguém fica para trás”. Em vez disso, os alunos recebem um buffet de potenciais actividades, e o que invariavelmente acontece é que cada aluno assimila todas as ferramentas essenciais para a vida (leitura, escrita, matemática, etc) no seu próprio tempo e ritmo. Este microcosmos de auto-desenvolvimento é o que quem busca a verdade reconhece. Que nenhum conceito está além do seu alcance, nenhuma competência está fora do seu alcance, desde que lhe seja dado tempo e atenção para desenvolvê-la. Comparando-se a si mesmo com outros (como para saber se eles são melhores ou têm uma aprendizagem mais rápida) não ajuda a ganhar sabedoria, pelo contrário impede-nos de a alcançar, porque nos sentimos inadequados e incapazes.

O seguinte resumo do trabalho de Larson, e o seu impacto potencial para transformar completamente o velho paradigma da Ciência Dogmática, é um exemplo surpreendente do Caminho de quem busca a Verdade. Aquele que reconhece a falsidade aceite pelos outros ao seu redor, apesar do tabu social que é questionar o status quo, está destinado a desvendar os mistérios do Universo colocados à sua disposição.

A TEORIA DOS SISTEMAS RECÍPROCOS

Dewey B LARSON (1898-1990), um engenheiro americano, viveu os últimos anos da formação da ciência moderna no século 20. Ele conhecia o trabalho de Albert Einstein (Teoria da Relatividade), Nikola Tesla (Teoria dos Sistemas Eléctricos), Edwin Schroedinger (Teoria da Física Quântica), e Neils Bohr (Teoria da Estrutura Atómica). E ele focou-se nos últimos 40 anos da sua vida em desenvolver uma nova teoria sobre o funcionamento do universo físico, conhecida como “O Sistema Recíproco”, num esforço para explicar as limitações da ciência convencional, que ele acreditava firmemente resultarem de erros fundamentais na compreensão da ciência do espaço, tempo, energia e matéria.

A teoria de Larson rivalizou com as suas contemporâneas, mas não foi amplamente reconhecida ou aceite, mas pode ainda ser a força motriz do renascimento fundamental da Ciência no século 21. A sua premissa básica é a de que vivemos num universo físico composto unicamente de movimento ou, mais especificamente – MOVIMENTO ESCALAR (ou seja translação, rotação e vibração), dos quais os dois aspectos recíprocos são o espaço e o tempo. Sem movimento, não há espaço ou tempo, nem há tempo sem espaço e vice-versa.

A dificuldade que qualquer um enfrenta ao tentar entender a teoria de Larson é o pré-conceito que nós adultos temos, implantado nas nossas mentes desde a pré-escola, sobre o que o espaço, o tempo e matéria são e o que significam. Para a teoria de Larson ser entendida e aplicada, tais pré-conceitos precisam de ser eliminados para permitir a exploração desta nova fronteira da ciência com uma mente imparcial aberta. Pode ser que as nossas crianças e posteriormente os seus filhos estejam mais bem preparados para enfrentar tal desafio, de forma mais eficaz e aberta.

Na Teoria dos Sistemas Recíprocos que se aplica apenas ao universo físico, o espaço tem o mesmo número de dimensões que o tempo, uma vez que eles são recíprocos. Existe também  o plano do “Espaço-Tempo”  composto por Espaço multidimensional e Tempo progressivo, e um plano (ou conjugado) “Tempo-Espaço” recíproco composto por Tempo multidimensional e Espaço progressivo. O rácio de espaço / tempo representa uma velocidade (S / T = 1 que é a velocidade “normal” de luz), e o rácio recíproco T / S representa a energia. Espaço e Tempo são quantificados, e não há zeros ou infinidades nesta matemática.

O que LARSON descobriu com a sua teoria estava em concordância com cerca de 90% do que é previsto através do uso da ciência convencional, em áreas onde os princípios da mecânica clássica de Newton se aplicam também. Essas áreas são suportadas pela observação directa e mensurável, e constituem o que ele se refere como uma << Ciência Indutiva >> válida.

No entanto, ele não era um proponente da chamada <<Ciência Inventiva>> que era apoiada, na época, por medições científicas e observações adequadas. Ele citou vários exemplos de “Ciência Inventiva, que incluia a Física Quântica, Cosmologia, Física de Partículas, Relatividade, Cosmologia. Nessas áreas, LARSON encontrou discrepâncias que ele acreditava serem o resultado de erros fundamentais nos postulados básicos da ciência moderna.

Ele também mostrou que não era necessário para a física segmentar-se em diferentes áreas de estudo que foram sujeitas a leis diferentes e não-alinhadas. Em vez disso, ele descobriu que através da sua Teoria Dos Sistemas Recíprocos, um conjunto de princípios fundamentais das Leis Naturais podiam ser identificados, o que permitia estudar a mecânica do Universo como um todo de forma integrada. Tal unificação nunca foi unilateralmente conseguida até hoje na Física moderna.

Palestra sobre o sistema recíproco por Dewey B Larson em 1977

A ESSÊNCIA SIMPLES DO SISTEMA DOS SISTEMAS RECÍPROCOS  DE

DEWEY B LARSON

Por JM Boardman (www.al-ruh.org)

A TEORIA RS2

Ao longo dos últimos 22 anos, a Teoria dos Sistemas Recíprocos de Larson foi aperfeiçoada por outros numa versão mais completa, a RS 2 (Reciprocal Systems 2 … visitar o site RS2Theory), que oferece o potencial para incorporar conceitos metafísicos, consciência, e uma interpretação científica da vida e do seu processo de manifestação. Tal sistema pode permitir uma visão mais holística da Ciência, o que tem implicações em toda a física e dimensões não-físicas, expandindo a nossa consciência e conhecimento sobre o funcionamento do Universo, da Vida e de Todas as Coisas. Uma grande base de dados de informações sobre a Teoria dos Sistemas Recíprocos RS2 (2ª geração) está disponível no forum RS2 em: Forum.RS2Theory.org.

A Teoria dos Sistemas Recíprocos de Larson afirma que:

  • Por os conceitos de espaço, tempo, energia e matéria serem erroneamente interpretados pela ciência convencional, na mesma medida o são os conceitos de gravidade, forças universais, estrutura atómica e física de partículas.
  • O desvio para a zona vermelha do espectro observado em galáxias distantes pode ser explicado sem a necessidade de conceitos inventivos hipotéticos, como o Big Bang, o Universo em Expansão, energia escura, matéria escura, e buracos negros.
  • Não é necessário introduzir toda a área da física de partículas e estrutura das partículas subatómicas na ciência. Isso é totalmente desnecessário, visto que todas as propriedades dos átomos podem ser medidas e explicadas em termos das suas propriedades vibracionais multidimensionais, sem a necessidade de construções inventivas que postulam a existência de muitas formas de partículas e forças elementares e exóticas dentro de átomos.
  • A visão consensual sobre a evolução dos sistemas estelares é exactamente oposta à prevista pelo Sistema Recíproco, reforçando a visão de que o Universo é paradoxal e na natureza e nada é o que parece até nós “vermos” para além dos véus de percepção que escondem a verdadeira natureza do Universo da nossa vista.
  • Não há necessidade de matemática de dimensões superiores ou leis e campos de ciências distintas para se explicar fenómenos quânticos e cosmológicos, ou da complexidade que introduzem na interpretação matemática, de uma forma que tenha significado na realidade.
  • Os buracos negros são uma criação singular derivada de teorias matemáticas e construções teóricas inválidas sobre como a natureza funciona na escala muito, muito pequena e na muito, muito grande.

A partir dos curtos parágrafos acima e da exposição mais detalhada que se segue, é claro que a ciência e outras áreas da actividade humana pode ser limitados em validade e no seu alcance, não necessariamente por vontade que assim o seja, mas pela percepção limitada que todos nós temos (cientistas incluídos) ao tentar interpretar e entender as coisas e processos quando apenas um conhecimento parcial de seu funcionamento é capaz de ser medido ou percepcionado. A nossa pesquisa destaca a necessidade de um novo olhar sobre as suposições, e até mesmo a validade conceptual de coisas como o espaço, tempo, matéria e energia, nas quais a ciência actual assente. A ciência moderna não sabe ou não aceita o que a consciência realmente é exclui-a, assim como o papel que  desempenha, no explicar do funcionamento do Universo (visível e invisível).

Vídeos sobre a Teoria dos Sistemas Recíprocos

Livros de Dewey B. Larson’s (PDF’s para descarregar)

  1. The Case Against the Nuclear Atom
  2. Beyond Newton
  3. New Light on Space and Time
  4. Quasars and Pulsars
  5. Nothing But Motion
  6. The Neglected Facts of Science
  7. The Universe of Motion
  8. Basic Properties of Matter

OUTRAS PÁGINAS ÚTEIS SOBRE A TEORIA DOS SISTEMAS RECÍPROCOS

  1. AL-RUH : Mystical Insights – Science and Spiritual Unbounded by Orthodoxy
  2. The Larson Research Center (Unveiling the Universe of Motion through Dewey B. Larson’s New System of Physical Theory)
  3. The Larson Research Center (The New Physics)
  4. Reciprocal System v2 – The Reevaluation of Dewey B. Larson’s Reciprocal System of Theory
  5. DEWEY B. LARSON: THE COLLECTED WORKS
  6. The Reciprocal System of Theory -PDF Archive
  7. RECIPROCAL SYSTEM DATABASE Status Report: An Aperiodic Blog

Fonte: http://sitsshow.blogspot.fr/2015/02/science-of-life-universe-and-everything.html

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: