Vacinas, médicos mortos e controlo populacional

O que você está prestes a ouvir pode ser a causa.

Quando a história do informante do CDC (Centro de Controlo de Doenças) despoletou no Outono de 2014, o status quo rapidamente tentou encobri-la. Independentemente disso, ficou registado que um epidemiologista do governo admitiu que ele e os seus colegas suavizaram e omitiram dados num estudo para esconder o aumento enorme no autismo, após a vacinação da tríplice viral (Sarampo, Rubéola e Papeira).

Ele, então, prontamente associou-se a um dos mais famosos advogados de denunciantes do pais, o melhor que o dinheiro podia pagar, e emitiu um comunicado. Posteriormente foi tudo varrido para debaixo do tapete devido ao surto propositadamente exagerado do Ebola, e esquecido por muitos.

Avançando para o Verão passado, um grupo de médicos começaram a aparecer mortos por todo o país em circunstâncias misteriosas. Doze médicos morreram no intervalo de três meses, e muitos foram encontrados em circunstâncias suspeitas (os corpos foram encontrados no meio da floresta ou sofreram ataques cardíacos súbitos, embora sendo jovens e de boa saúde).

As autoridades rapidamente descartaram algumas como suicídios e sem sequer realmente investigarem as circunstâncias das mortes. Alguns dos médicos tinham ligações através das suas investigações. Estes médicos mortos parecem todos ter uma coisa em comum: eles estavam a estudar os efeitos da GcMAF e / ou nagalase nos pacientes com cancro e possíveis ligações às crianças com autismo.

Um dos assassinatos de mais alto perfil foi o do Dr. James Bradstreet, cujo corpo foi encontrado a flutuar um rio da Carolina do Norte, com um único ferimento de bala no peito (via Natural News):

Bradstreet, um médico de renome e conhecido pelo seu cepticismo relativamente às imunizações (em particular a vacina tríplice viral), e pela sua pesquisa progressiva do autismo, foi alvo de uma rusga pela FDA [organismo regulador da segurança dos fármacos nos EUA] uma semana antes da sua morte misteriosa. Os detalhes do ataque permanecem largamente desconhecidos.

Pessoalmente afectado pelo autismo, tanto o seu filho como o enteado foram diagnosticados com a condição, uma parte significativa do trabalho do Dr. Bradstreet foi dedicado a esta causa. Ele mesmo testemunhou anteriormente, por duas vezes, ante a Câmara dos Representantes, sobre a ligação entre as vacinas e o autismo.

Como a Natural News informou, até à sua morte, o Dr. Bradstreet trabalhou com uma molécula pouco conhecida, que pode ser encontrada naturalmente no corpo Humano, a GcMAF (Factor componente de activação da globulina em macrófagos), a qual é a proteína GC após ser combinada com a vitamina D no corpo, e tem o potencial para ser uma cura universal para o cancro.

Como todos sabemos, o cancro é um grande negócio neste país. Estamos a falar de uma indústria de 124 biliões de dólares. Um número tão grande é, naturalmente, uma questão de “segurança nacional”. Um dos nossos maiores produtos nacionais é o cancro e, dessa forma, surpreende-me que alguém acredite que o sistema iria alguma vez permitir uma cura.

Como tal, não deve constituir nenhuma surpresa que informações sobre pesquisas inovadoras relativas à capacidade de combate ao cancro pela GcMAF não terem sido amplamente divulgadas. Na verdade, nós não sabíamos sobre isso até que os médicos que a estavam a pesquisar começarem a morrer. Embora aqueles que trabalharam com esta proteína aleguem que reverteu o autismo e cancro em estudos (estudos que têm sido suprimidos), considere isto: se inibirmos, de alguma forma a produção de GcMAF no corpo, o sistema imunitário da pessoa fica totalmente comprometido, abrindo a porta a todo o tipo de doenças. Este composto (ou falta dele) tem ligações ao autismo, cancro, diabetes e, enfim, quase todas as doenças que possa imaginar. Sem a capacidade do corpo de produzir a GcMAF, a pessoa é configurada para ficar doente e acaba por morrer.

Uma enzima chamada nagalase, excretada pelas células do cancro (e que é também um componente da proteína de envelope de vírus como o HIV ou do vírus influenza), é conhecida por inibir a produção no corpo da GcMAF.

O Dr. Bradstreet e os restantes, tinham todos em comum o facto de terem descoberto, de uma forma ou de outra, que a nagalase compromete o sistema imunológico nas pessoas com autismo e cancro. Inibindo os seus corpos de produzir a GcMAF, mas…

Aqui vai a bomba: muitos desses médicos mortos acreditavam que a nagalase estava a ser propositadamente adicionada às vacinas.

Para quê? Controlo demográfico.

Se você ainda não ouviu falar sobre isto, então tem de ouvir esta entrevista de 19 minutos com o Dr. Ted Pontes na Hagmann & Hagmann.

A entrevista completa pode ser ouvida aqui. A entrevista não pôde ocorrer na primeira hora porque o site deparou-se com dificuldades técnicas misteriosas quando iniciaram o programa. Ele começa por informar o público que não está com tendências suicidas.

Via Dr. Broer nesta entrevista:

Esta informação que eu estou prestes a dar-lhe agora é extremamente controversa e o grupo de pessoas que estava a trabalhar nisto saiu do planeta.

Esta informação já circula à algum tempo. Eles conheciam a informação sobre a qual estavam a trabalhar e foram essencialmente muito, muito cuidadosos, supostamente, e alguns deles foram acusados de usar a GcMAF, e a FDA aparentemente fez uma rusga a vários dos seus escritórios várias semanas antes de eles cometeram suicídio ou subitamente falecerem.

… Vai parecer complicado, mas esta noite eu vou dissecar este tema de forma super, super fácil. Quando ouvir estes termos vão soar a algo estranho para si…

A proteína GC é utilizada no corpo pelos macrófagos. Os macrófagos no organismo são os responsáveis por matar as células cancerígenas, e eles páram a chamada cascata de citocina e pode estar envolvidas em cascatas de citocinas também. Vamos explicar todos estes termos em poucos minutos.

… Os macrófagos no corpo são as que matam as células cancerosas. Eles param as cascatas de citocina… a proteína GC no corpo acrescenta a vitamina D ao processo… Quantas vezes eu disse aos ouvintes que você tem de tomar vitamina D todos os dias? Isso é super importante. Lembre-se de proteína GC recebe a vitamina D a ela adicionada, e a proteína GC torna-se no que é chamado GcMAF (derivado da proteína Gc e factor activador de macrófagos)… Esta proteína, a GcMAF, é a proteína enzima do sistema imunitário Humano, também conhecida como proteína de ligação da vitamina D…

A GcMAF é provavelmente a coisa mais eficaz no sistema imunológico para matar as células cancerígenas.

…E o que está a acontecer é que o sistema imunológico está a ser comprometido por um produto chamado nagalase.

Novamente, quando a GcMAF é inibida, compromete todo o sistema imunológico de uma pessoa. Ponto final.

O que estes médicos descobriram foi que esta enzima proteína nagalase poderia estar a ser adicionada ao corpo, quer pela forma viral ou directamente através das vacinas. Esta proteína é a enzima que destrói o sistema imunitário.

Vou repetir isto. Aparentemente, uma vez que esses médicos estão mortos e eu não posso falar com eles. Eles descobriram que a proteína enzimática nagalase, que é produzida por células cancerígenas e vírus, e que causa a imunodeficiência, está a ser administrada através das imunizações, seja pelos vírus nelas contidos ou pela imunização em si.

Esta é a informação incrivelmente contundente para todas as profissões médicas e profissões imunológicas e, aquelas pessoas que são produtoras das imunizações, aparentemente eles não queriam que estas pessoas andassem por aí a divulgar essa informação.

Não estou a falar sobre o que aconteceu a essas pessoas, eu só estou a afirmar que eles não estão mais neste planeta. (Leia mais sobre esta história aqui e aqui)

A Nagalase foi, surpresa, surpresa, encontrada em concentrações muito elevadas em crianças com autismo. Testes à Nagalase também são feitos para o cancro, SIDA e outras infecções crónicas.

A Nagalase é como um bombardeiro invisível. A enzima nagalase sintetizada ou libertada a partir de células cancerígenas ou de uma partícula de vírus, localiza a proteína GcMAF na superfície dos seus linfócitos T e B e pura e simplesmente elimina-os como uma bomba de precisão.

O Dr. Broer fala posteriormente sobre como a GcMAF é dada a crianças autistas eliminando completamente os seus sintomas. Que cura o cancro. A doença de Alzheimer. A lista é interminável.

Assim, resumindo, a nagalase inibe a GcMAF, a falta da qual compromete o sistema imunológico, e a nagalase está ligado ao autismo, cancro e todos os tipos de doenças, sendo que os médicos mortos tinham supostamente tudo planeado, de uma forma ou de outra, sendo que a nagalase foi propositadamente adicionada às nossas vacinas como um assassino furtivo.

Esta é a teoria. Pense nisso por um segundo e integre esta informação.

E é-nos dito que somos monstros horríveis se não injectarmos as nossas crianças com doses massivas de vacinas, pois elas podem contrair sarampo.

Os Estados Unidos têm o calendário de vacinação mais agressivo do planeta e, no entanto, temos uma das mais elevadas taxas de mortalidade infantil, e o autismo é dispara ano após ano, o cancro aflige uma em cada três mulheres, e um em cada dois homens, e practicamente todas as doenças de que se possa lembrar estão em ascensão. Embora a ligação entre as vacinas e o autismo tenha sido amplamente discutida nos círculos alternativos, visto a incidência de autismo ter subido acentuadamente na última década, muitos sabem que há uma ligação, mas não têm a certeza de como precisamente ela funciona. Serão os metais pesados? O ADN geneticamente modificado? O cocktail de produtos químicos, incluindo o polissorbato que actua como um detergente para ajudar os produtos químicos nas vacinas a atravessar a barreira sangue-cérebro mais facilmente?

Ou… a resposta é muito, muito mais simples?

É a adição de uma enzima conhecida pela inibição do sistema imunológico e que deixa todos nós e os nossos filhos imunologicamente comprometidos desde o nascimento e, essencialmente, criados para adoecer e morrer?

Guia básico para o controlo populacional… adicionar veneno às vacinas … fazer disso uma lei que obrigue todas as crianças a serem injetadas para frequentarem a escola. Os métodos de matança lenta. Eles pensam que são justos com a sua mentalidade da “sobrevivência do mais apto”. Apenas os melhores genes sobrevivem? Essas pessoas não têm Alma. (Fonte)

Poderíamos perguntar a uma dúzia de médicos o que eles pensam sobre essa teoria mas… eles estão todos mortos.

Enquanto isso, o Dr. Broer sugere que todos tomemos vitamina D3 todos os dias.

O mundo está mesmo virado do avesso.

Fonte: por Melissa Dykes a 19 de Fevereiro de 2016

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: