As autoridades da União Europeia violaram as suas próprias regras e descartaram evidências de cancro para manterem o glifosato no mercado

Um novo relatório do toxicologista Dr. Peter Clausing, mostra que as autoridades da UE violaram as suas próprias regras e desconsideraram as evidências de que o glifosato é cancerígeno, para chegarem à conclusão de que o produto químico não causa cancro. As autoridades da UE chegaram à conclusão de que o glifosato não é cancerígeno, … Ler maisAs autoridades da União Europeia violaram as suas próprias regras e descartaram evidências de cancro para manterem o glifosato no mercado