Protocolos para aconselhar os Líderes

https://s-media-cache-ak0.pinimg.com/236x/07/61/10/076110e4f5f2390d86e0178a11fc2805.jpg

SECÇÃO I: PROTOCOLOS

Para aqueles de vocês que optarem por participar e serem chamados à acção para ajudar na missão deste grupo, temos protocolos para estudar e diretrizes que deverão ser respeitadas na abordagem aos líderes locais durante o Evento. Acima de tudo permanece calmo e pacífico ao transmitir o teu conhecimento.

Os Protocolos para comunicar “O Resumo Informativo para os Líderes Comunitários

Escolhemos os nosso protocolos baseados no princípio eterno da Verdade. Por todo o Universo, esta é a virtude principal, reconhecida ao longo de todo o Espaço e Tempo por seres de Amor à luz da Verdade. Estas são as lições e qualidades da alma que levará consigo quando deixar para trás o mundo material. Quando se guiar por estes principios, eles tornar-se-ão parte de si.

Lealdade – sê leal à missão da Transição não violenta e pacífica, os princípios que conhecemos com o coração, e aos princípios da nossa missão. Sê leal às tuas convicções – independentemente do que os outros possam dizer!

Paciência – sê paciente com aqueles que estão cargos de decisão, com os quais estás a tentar relacionar-te. Compreende que eles não fazem a mínima ideia sobre o que se está a passar! Existem obstáculos que tens de ultrapassar para conseguires chegar até eles, e isto pode demorar algum tempo. Sê paciente com outros que servem ao teu lado nesta missão.

Honestidade – sê honesto nos teus acordos e cumpre a tua palavra. Lembra-te que representas as forças benevolentes. Não promovas a tua autoridade só para parecer mais sábio. Fala sempre a verdade, tanto quanto souberes e sentires no teu coração.

Perseverança – não desistas! Aguenta firme e vais sobreviver à tempestade. Não te envolvas em controvérsias. Não deixes que ofensas desrespeitosas te dissuadam da tarefa com a qual te comprometeste. Relembra-te da importância da tua missão, recorrendo à tua força interior.

Compaixão – tem compaixão por aqueles que estão a lidar com a sensação de medo e caos que emerge no horizonte. Imagina que não fazes nenhuma ideia do que se está a passar, e como poderias sentir-te na mesma situação. Tenta entender esse fardo e ajuda-os a ultrapassar essa situação.

Contenção – distancia-te do teu desejo pessoal de objectivos que só te servem a ti. Mantêm-te fiel ao teu caminho, deixando as tuas batalhas pessoais de fora da mesa das negociações. Trata os líderes com respeito – mesmo que não tenhas resposta. Não assumas responsabilidades que não estás preparado nem treinado para lidar.

Serenidade – permanece calmo. Todo o universo e a vida existem em equilíbrio. Permanece centrado e projecta essa tranquilidade a partir do teu coração. Não presumas que sabes tudo acerca do “Evento”, porque não sabes. Sabes que isto é acerca do Amor, e acerca da verdade. Deixa que esta presença calma guie as tuas palavras e acções, assim como a tua conduta.

Coragem – Não tenhas medo. Não deixes a tua mente divagar através das dúvidas e hesitações. Este esforço é importante. Os teus esforços e acções podem realmente salvar vidas! Não te desleixes ou cedas. Tem a coragem e fica sabendo que estás mais preparado do que aqueles com quem falas, e não te deixes intimidar pelo seu “estatuto”.

Humildade – Temos de respeitar os pontos de vista e experiências de outros e não devemos exibir arrogância, ou uma atitude soberba, de quem acha que sabe tudo, com os funcionários públicos que pretendemos influenciar. Nem podemos partir do princípio que quem esteja em posições de poder não nos vai receber bem. A nossa perspectiva deve ser transmitida com humildade e isto é vital para os nossos esforços. Independentemente de acharmos que temos mais razão, existem mais pontos de vista a ser considerados. Temos de permanecer humildes perante os líderes, ou aqueles que estejam em cargos de decisão. Não temos de ser subservientes ou permitir que a importância da nossa tarefa seja desvalorizada, mas alcançaremos melhores resultados, permanecendo firmes nas nossas convicções e respeitosos para com os outros.

Moderação – não sejas ameaçador. Transmite a tua mensagem com prudência, tacto e sem excessos. Não exijas demasiado do teu contacto de uma só vez. Deixa esta pessoa digerir a tua informação e está atento a sinais que mostrem se a pessoa está a ouvir e a absorver o que tu dizes, ou se simplesmente te está a apaziguar. Repete o que disseste se necessário.

Caridade – dá o melhor de ti próprio sem esperar nada em troca à causa que defendes. Dá o teu conhecimento e o teu Amor incondicionalmente. Dá o teu tempo a estes líderes e à missão em si. Quem é mais responsável do que tu? Devota o teu tempo à causa da Paz.

– se não a tiveres, poderá ser-te difícil ser eficaz neste grupo. Muitos de nós simplesmente o sabem! Não precisamos de provas. Não precisamos de uma televisão para nos dizer o que fazer! Temos fé no poder da Criação/Deus/Luz interior que é o Amor. Nós caminhamos para a chama da dúvida e do medo sabendo que somos seres eternos de Luz. Nós sabemos porque já fomos testados na encruzilhada do espaço e do tempo. Nós sabemos que o Amor é a resposta. Abre todas as portas e é a nossa salvação.

Pacífico – Acima de tudo sê não violento e nunca ameaçador. Nunca poderemos ultrapassar a grave situação do mundo perpetuando aquilo com que queremos acabar. Na maioria das situações o bom senso irá reinar. Se a situação for ameaçadora para ti ou para outros retira-te para um lugar seguro. Se fores forçado a sair de uma determinada área, não resistas e permanece pacífico. Se o líder tiver atitudes pouco apropriadas, essa pessoa será removida mais depressa do que julgas. Haverá quem esteja treinado e preparado para lidar com essas pessoas que serão removidas no tempo apropriado. Este é o objectivo mais importante da nossa missão. Temos de declarar respeitosamente: se a tua vida corre perigo eminente, tens o direito de te proteger a ti próprio. Sê cuidadoso e invoca a Luz!

Ir para a secção II: Aconselhando líderes sobre o contexto do Evento

Deixe um comentário

Top