O Grande Esquecimento de1996

Durante a invasão de 1996, os arcontes e o grupo quimera instalaram uma barreira negativa na orla deste Sistema Solar (na Heliopausa). Todos os seres contidos por esta barreira, no interior do Sistema Solar, incluindo todos os humanos à superfície, as facções da cabala, os seres subterrâneos (com excepção de alguns poucos indivíduos), todo o pessoal dos programas espaciais secretos, Pleiadianos, Sirianos, Andromedanos, Arcturianos, Draconianos, Reptilianos, Zetas e todos os outros seres sencientes, de todos os tipos, foram implantados com implantes de plasma e ligados à rede de IA do grupo quimera (o Véu). A Grande maioria dos seres que tinham ligação com os Mestres Ascensos, tiveram que cortar a sua conexão. Muitas memórias de natureza espiritual foram apagadas com a dissolução electrónica de memória (DEM). Muitos seres que pretendiam divulgar informações à população de superfície foram mentalmente programados e, em muitos casos, falsas informações e memórias foram implantadas. Todos aqueles que canalizavam foram implantados, ficando com a maioria das suas conexões de canalização severamente perturbadas.

Mecanismos de strangelet e toplet foram implantados, naqueles que os seres Ascensos pudessem alcançar e fazer contacto. Isso efectivamente tornou o nosso Sistema Solar numa zona com muito pouco contacto Ascenso. Até os Pleiadianos dentro do Sistema Solar não conseguiam contactar directamente os seres Ascensos, uma vez que o contacto ficou extremamente limitado.

Isto foi chamado de O Grande Esquecimento de 1996.

Este esquecimento foi tão completo, que muito poucas pessoas realmente se lembram do seu contacto espiritual com a sua Alma e com os seres Ascensos de antes de 1996. Tão completo que muitas pessoas terão dificuldade em compreender o que estou a falar.

Actualmente, a maior parte destes bloqueios já foram removidos, embora todos no Sistema Solar (incluindo os humanos da superfície e quase todos os seres das alianças subterrâneas e espaciais) ainda possuam parte dos implantes que cortam as suas conexões com seres Ascensos, amarrados a mecanismos strangelet/toplet, controlados pelo grupo quimera. Esta é a razão pela qual ainda não divulguei informações sobre o plano da Ascensão, simplesmente pelo facto da situação ainda não estar resolvida.

Se alguém ainda duvida de que as bombas strangelet sejam reais, aqui está a Física por trás da conversão strangelet:

http://journals.aps.org/prl/abstract/10.1103/PhysRevLett.105.141101

Em 1999, as Forças da Luz começaram a construir uma barreira de Luz na Heliopausa, com a intenção de conter o alastramento da infecção no interior de nosso Sistema Solar, para posteriormente limpá-lo.

Esta barreira foi montada na sua maior parte no final de 2014 e totalmente concluída em Maio 2015.

Implant

Desde Setembro de 2015 as Forças da Luz fizeram muitos progressos em relação à remoção dos implantes. Tais implantes não são mais buracos negros em rotação no interior de um campo magnético, mas apenas portais de singularidade nuas, ainda contendo estranhos produzindo plasma de quark-glúon nas singularidades dos implantes. Todos os implantes ainda estão conectados com buracos de minhoca hiperdimensionais plasmáticos (Túneis de Set), numa rede mantida pela IA, que se comunica através do vórtice de plasma do Sistema Solar (Yaldabaoth) ligada às bombas strangelet/toplet plasmáticas. Esta rede ainda está conectada ao Colisor de Hádrons- RHIC e em menor grau com o LHC no CERN. Esses aceleradores alimentam a rede com strangelets, principalmente com interacções de fusão de glúons:

Strange_production

Agora, as Forças da Luz irão lidar com o plasma de quarks-gluões interior dos implantes com mais facilidade, embora a anomalia primária quântica, no centro da singularidade nua dos implantes, oculta dentro da força forte e responsável pela energia de ligação de gluões, possa ser um problema maior:

https://www.quora.com/What-is-the-gluon-binding-energy-for-protons-and-neutrons-in-laymans-terms

Os implantes são a principal causa dos mecanismos psicológicos de negação e ataques. Esses dois mecanismos psicológicos representam as duas causas de conflitos constantes entre os Trabalhadores e Guerreiros da Luz (que mutuamente se acusam de possuírem grandes egos e serem agentes de desinformação!)

Tratam-se de mecanismos psicológicos, reforçados por entidades não físicas negativas e pela tecnologia arconte/quimera do Véu:

http://wakeup-world.com/2015/10/04/dislodging-negative-entity-attachments

Fui comunicado pelas forças da Luz que uma aliança/coligação de Trabalhadores e Guerreiros da Luz trabalhando com o objectivo comum de libertação planetária, abstendo-se de constantes conflitos, teria de ser formada na superfície do planeta. Esta Aliança é crucial para a Compressão e Ruptura bem-sucedida. As Sociedades do Dragão comunicaram que essa coligação servirá como um canal para as energias, que serão libertadas no momento da Compressão e do Avanço, para facilitar a transição.

Se esta aliança não for formada, as Forças da Luz dispõem de um plano alternativo para realizar a Compressão e o Avanço. Este segundo plano é mais lento, todavia mais seguro. Detalhes sobre esse plano alternativo não serão divulgados neste blog, apenas vou dizer que não irá alterar muito a forma como um ser humano médio irá experienciar o Evento.

Também fui informado pela Resistência que esta entrará em contacto com o Drake, pouco antes do Evento, fornecendo informações substanciais, para serem publicamente divulgadas.

As Forças da Luz, que ajudam a população de superfície, estão frustradas com as lutas internas entre pessoas que se supõe serem líderes da transformação na superfície do planeta, e que parecem não terminar. É por isso que os Aghartianos muitas vezes vêem a população da superfície como bárbaros. Em vez de estarem em negação e atacando os Aghartianos como elitistas, talvez pudessem dar uma longa e sincera vista de olhos num espelho e reconhecerem o bárbaro interior, domando-o. As civilizações de Agartha levaram centenas, e até mesmo milhares de anos dedicados ao auto-aperfeiçoamento e melhoria até aprenderem a conviverem em paz. Só após o Evento, quando as bombas de strangelet forem removidas, é que serão capazes de ajudar a Humanidade directamente interagindo com as pessoas, embora cautelosamente, uma vez que não desejam tornarem-se alvos de ataques e projecções.

Underground2

Eu mesmo vivi a minha quota de ataques e projecções de pessoas, na segunda quinzena de Setembro. Muito previsível – algumas pessoas estão tão programadas para se comportarem como marionetas dos arcontes, tão previsivelmente, que agora até posso mesmo calcular com certeza matemática quando irão tentar novamente.

Assim, gostaria de comunicar que divulgo informações para a capacitação e empoderamento das pessoas, para elas pensarem com a sua própria cabeça e expandirem os seus horizontes, não para criar seguidores. Divulgo informações sobre o Evento não para fazer as pessoas esperarem passivamente, mas para participarem activamente na sua criação, da forma a se sentirem guiadas. Mesmo ao mais alto nível, a informação é altamente compartimentalizada, partilhada numa base de “necessidade de conhecimento”, de forma que não sei tudo o que acontece, e que o meu entendimento das camadas mais profundas da toca do coelho evolui com o tempo, quando novas informações chegam. Ainda assim, as minhas fontes de informações são muito fiáveis e não estão sujeitas às distorções de personalidade, subjectividade e mentes programadas que as fontes de informações na superfície do planeta estão expostas.

Muitas pessoas estão frustradas, já que não existem mudanças drásticas ainda visíveis. Qualquer mudança drástica, como uma grande divulgação de informações através dos meios de comunicação social de massas, ou uma intervenção física directa das Forças da Luz à superfície, iria desencadear uma reacção em cadeia de eventos que levariam à activação das bombas de strangelet. Portanto, as acções drásticas das Forças da Luz só acontecerão quando todas as bombas strangelet e toplet forem removidas e absolutamente não representarem nenhuma ameaça.

Respondendo à necessidade urgente da situação planetária actual com implantes, entidade anexas e a cura da psique Humana, as fontes das Sociedades Dragão estão constantemente a melhorar a sua tecnologia para a remoção de implantes, de entidades anexas, protecção da aura e cura dos corpos físicos e não físicos. Esta tecnologia já está disponível aqui:

http://www.light-mandalas.com

http://www.light-mandalas.com/e-shop.html#!/Mandala-White-Star/p/45887832/category=11990044

Laser

Existem enormes mudanças geopolíticas a acontecer agora que levarão à derrota final da cabala.

Numa sincronicidade muito interessante, a intervenção Russa super-eficiente na Síria começou uma mera semana após ter lançado a meditação de cura do Vórtice Sírio com a imagem da cerâmica Halafiana:

http://sputniknews.com/middleeast/20151003/1027966788/isil-on-verge-of-collapse-under-russian-airstrikes-and-economic-problems.html#ixzz3nWEahZSJ

Isto levou-nos um passo mais perto da resolução da crise dos refugiados:

http://sputniknews.com/middleeast/20151002/1027937885/syria-refuges-muallem.html

A área do vórtice da Deusa Hassuna-Samarra (Síria e, provavelmente, em breve o Iraque), agora é uma área recreativa para a guerra por procuração entre a Aliança Oriental e a cabala:

http://www.sott.net/article/303214-Russias-campaign-is-snuffing-out-the-CIAs-Al-Qaeda-forces

E o Estado Islâmico está agora a tentar destruir o máximo de beleza possível, antes da sua derrota final:

http://www.aljazeera.com/news/2015/10/isil-blows-arch-triumph-syria-palmyra-151005033238445.html

À anos atrás, o grupo quimera aprisionou muitos reféns Pleiadianos físicos, em prisões à superfície na Síria e no Afeganistão, capturados pelas suas forças durante a invasão de 1996 por todo o Sistema Solar e, mais tarde, transferidos para a Terra. Estes reféns são estrategicamente importantes para o grupo quimera, que os utiliza como um mecanismo de inibição do progresso da frota Pleiadiana em direcção à Terra, onde gostariam de ajudar na libertação do planeta. Estes reféns são o motivo real por trás da presença oculta de militares negativos dos EUA na Síria e no Afeganistão.

Por todas essas razões seria óptimo que tantas pessoas quanto as possíveis fizessem a meditação da cerâmica Halafiana, para ajudar a estabilizar a situação. O link para a meditação está aqui:

http://sementesdasestrelas.blogspot.com.br/2015/09/cobra-portal-2012-relatorio-da.html?_sm_au_=iVVZ2NPPB41J7W3P

Existem desenvolvimentos importantes a acontecer nos bastidores que não posso relatar neste momento, mesmo que o quisesse fazer. Direi apenas que, apesar do facto de ainda não terem acontecido mudanças drásticas, agora estão a ser criadas as bases de onde brotarão as mudanças positivas que irão transformar o nosso mundo para sempre.

Vitória da Luz!

Artigo original do blog do Cobra: “The Great Forgetting of 1996”, publicado a 6 de Outubro de 2015.

2 comentários sobre “O Grande Esquecimento de1996

  1. Nestes periodos, assinalados, foi sentido uma queda nas previsões, na mediunidade e uma quase que prisão espiritual.Hj pelo proprio esforço,a sensibilidade retornou, mas com uma nova nuançe onde a energia é mais ubjetiva, porém mui mais esplicita e potente.

  2. Suas forças estão se enfraquecendo, nossa energia emana cada vez mais forte agora e com isso vamos nos lembrando aos poucos de nossas funções e designações, não posso detalhar mas existe uma conexão entre nós que pode ser sentida, vamos usá-las.

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: