Evento de Metaestabilidade em Vácuo ~ Cobra ~ 12.06.2017

A limpeza do grupo quimera continua. As forças da Luz terminaram “certas operações” e agora estão a dissolver de forma intensiva a cabeça da entidade Yaldabaoth.

A cabeça está posicionada dentro do vórtice de acumulação da anomalia de plasma, perto da superfície do planeta Terra, sendo que o seu limite externo está acerca de 3 raios terrestres do centro planetário, como é descrito neste artigo em detalhe:

https://pt.prepareforchange.net/2017/02/13/actualizacao-da-situacao-cobra-12-02-2017/

A ciência dominante “descobriu” esse limite externo há alguns anos atrás:

https://www.nasa.gov/content/goddard/van-allen-probes-spot-impenetrable-barrier-in-space

Agora, a NASA admitiu abertamente que as ondas de rádio de baixa frequência geradas pelo Homem estão a formar esse limite externo, criando de forma eficiente a parte mais externa da barreira do véu:

https://www.nasa.gov/feature/goddard/2017/nasas-van-allen-probes-spot-man-made-barrier-shrouding-earth

https://www.space.com/36934-humans-change-space-weather.html

Se você alterar a expressão “transmissores de ondas VLF para comunicação com submarinos”, no artigo acima, para “transmissores ELF do HAARP e programas similares”, irá obter uma imagem clara de como a barreira mais externa do véu é criada.

Os filamentos de plasma anómalos da cabeça do Yaldabaoth, juntamente com as bombas de toplet estão acoplados à pedra negra, um condensado de quark-antiquark de topo. A pedra negra é um grande hadrão construído por quarks de topo / antitopo, que foram criados pelo grupo quimera há milhões de anos em grandes aceleradores de partículas (anéis de Dyson), onde foram capazes de reproduzir temperaturas acima da temperatura crítica dos 2 triliões Kelvin, necessários para a criação da pedra negra.

Durante cerca de 7 milhões de anos, a pedra negra esteve localizada num planeta no sistema estelar de Rigel (que foi o centro da anomalia cósmica durante esse período), e foi trazida para a Terra, desde Rigel, pelo do filamento de plasma da nuvem de Taurus, em 1996:

https://en.wikipedia.org/wiki/Taurus_Molecular_Cloud_1

Agora está na instalação subterrânea do grupo quimera, perto do colisor RHIC em Long Island.

A interacção do plasma anómalo com a pedra negra cria um enorme vórtice de plasma negativo com cerca de 1600 quilómetros de diâmetro, tendo o seu ponto central em Long Island:

Esse vórtice é a estação de purificação para a anomalia primária remanescente na superfície do planeta. Os principais membros da cabala e muitos membros do grupo quimera estão a usar a anomalia desse vórtice como um escudo contra a Luz, e é por isso que a Costa Leste dos EUA tem a maior concentração de membros da cabala do planeta.

Posicionar as pedras Cintamani em padrões da flor da vida dentro desse vórtice servirá como uma matriz vectorial para as energias de Sirius, e acelerará a transmutação dessa anomalia. Também é benéfico inundar esse vórtice com a chama violeta:

É interessante notar que existem pirâmides subaquáticas da Atlântida, construídas pelos Pleidianos, localizadas não muito longe de Long Island:

Estas pirâmides servem de ponto de ancoragem positivo, que neutraliza os efeitos negativos do vórtice de plasma de Long Island.

As forças da Luz estão agora a trabalhar directamente para desactivarem a pedra negra e removerem as demais bombas toplet, e o progresso está a acontecer de acordo com o plano.

A remoção da pedra negra será o ponto de viragem no equilíbrio cósmico, e o actual estado metaestável de falso vácuo deixará de existir:

https://en.wikipedia.org/wiki/False_vacuum

O falso vácuo que estamos a experienciar actualmente, é um sector metaestável do Universo onde a interacção entre a Fonte e a anomalia primária cria condições que são pró-entropia e anti-vida, e são o motivo subjacente pelo qual o estado de quarentena da Terra e a existência do mal são, de facto, possíveis.

A remoção da pedra negra criará o evento de metaestabilidade em vácuo que permitirá a penetração da frente de nucleação de bolhas através do limite do véu, em direcção à superfície do planeta, e efectivamente desencadeará o Evento. O Evento será o momento do restabelecimento das verdadeiras condições do vácuo quântico no interior do véu e, assim, remover a parte da anomalia primária que é directamente responsável pela existência do mal. A força subjacente que permitia a existência da cabala e do sofrimento deixará de existir.

Enquanto isso, a Operação PrisonBreak [Fuga da Prisão] continua com Divulgação macia sobre a vida extraterrestre:

https://www.thesun.co.uk/tech/3636771/space-breakthrough-finds-alien-life-could-exist-on-pluto-moons-of-jupiter-and-saturn/

http://www.express.co.uk/news/science/814639/aliens-exist-scientists-breakthrough-ISS-samples-space

E com iniciativas de programas espaciais públicos que levarão a Humanidade além do véu:

https://www.space.com/37146-nuclear-fusion-rockets-interstellar-spaceflight.html

https://www.space.com/37079-axiom-commercial-space-station-manufacturing.html

Vitória da Luz!

Fonte: http://2012portal.blogspot.pt/2017/06/vacuum-metastability-event.html

2 comentários sobre “Evento de Metaestabilidade em Vácuo ~ Cobra ~ 12.06.2017

Deixar uma resposta

Top
%d bloggers like this: