A Delusão da Ciência

O vídeo seguinte é de Rupert Sheldrake, discutindo como a ciência se tornou essencialmente numa religião dogmática, tentando iniciar outra Inquisição para se livrar dos hereges da “pseudociência”. Tem a duração de 19 minutos, e vale a pena cada segundo. E, já agora, este vídeo foi banido das palestras TEDx após “revisão científica pelos pares”. … E eu pergunto-me porquê!

Veja: Rupert Sheldrake – A palestra TED banida “A Delusão da Ciência“

Sheldrake escreveu:

Infelizmente, o aspecto da visão do mundo pela ciência veio inibir e restringir o livre inquérito, que é a alma do empreendimento científico.

Sheldrake identifies 10 “dogmas” of the modern, scientific worldview, a philosophical materialism:

  1. A natureza é mecânica. O Universo é uma máquina, as rochas são máquinas, as plantas são máquinas, nós somos máquinas.
  2. A matéria é inconsciente. Não existe Consciência em nenhuma matéria e, como tal, tudo o que fizemos ao longo de séculos de estudos com a Filosofia da Mente é provar que também não somos conscientes.
  3. As Leis da Natureza são fixas. Elas não mudaram desde o Big Bang e nunca mudarão, providenciando-nos assim as “constantes físicas”.
  4. A quantidade total de matéria mais a energia é a mesma. Excepto no momento do Big Bang, onde tudo surgiu a partir da nada num instante, juntamente com as leis fixas.
  5. A natureza não tem propósito. Não há evolução.
  6. A hereditariedade biológica é material, baseada apenas no código genético.
  7. As memórias são armazenadas no interior do seu cérebro como conexões químicas.
  8. A sua mente está apenas dentro da sua cabeça. Toda a Consciência que você não tem de # 2 é apenas a actividade do seu cérebro, nada mais.
  9. As habilidades psíquicas são impossíveis porque a sua mente está somente dentro da sua cabeça. Portanto, todas as evidências que apoiam o fenómeno psíquico são apenas uma ilusão da Consciência que você não tem.
  10. A Medicina mecânica é a única que verdadeiramente funciona, porque você não é nada mais do que um robô mecânico, biológico.

Eu creio que esta é uma avaliação precisa.

A Teoria dos Sistemas Recíprocos não está de acordo com esta visão do mundo, e é por isso que as pessoas que a estudam são perseguidas pela Inquisição Científica como hereges por defenderem “pseudociência”. Vamos ver o que a Teoria dos Sistemas Recíprocos tem a dizer sobre isso…

  1. A natureza é mecânica. O Universo é uma máquina, as rochas são máquinas, as plantas são máquinas, nós somos máquinas.

Larson define três níveis de existência (para além do espaço e do tempo):

  • Inanimado: a interação “mecânica” de partículas, átomos, moléculas e química geral.
  • Biológico: a vida, operando basicamente como uma explosão controlada, a mecânica da matéria-antimatéria, onde a metade cósmica é aquilo a que nos referimos como a Alma.
  • Ética: um sistema completamente não-mecânico baseado na Consciência, existente para além do espaço e do tempo (o título do livro de Larson).

Larson concentrava tudo aquilo que não poderia ser explicado nos dois primeiros no sector ético, sendo que por isso poderão existir outros níveis para além do terceiro, quando devidamente explorados.

  1. A matéria é inconsciente. Não existe Consciência em nenhuma matéria e, como tal, tudo o que fizemos ao longo de séculos de estudos com a Filosofia da Mente é provar que também não somos conscientes.

A matéria pode ir “além do espaço e do tempo” e, por esse motivo, então qualquer coisa pode ter potencialmente uma Consciência.

  1. As Leis da Natureza são fixas. Elas não mudaram desde o Big Bang e nunca mudarão, providenciando-nos assim as “constantes físicas”.

Num Universo de Movimento, a única constante é a mudança. O SR é uma teoria de estado estacionário. Não existe Big Bang e há artigos publicados por investigadores da SR que provam que, as “constantes fundamentais”, não são constantes.

  1. A quantidade total de matéria mais energia é a mesma. Excepto no momento do Big Bang, onde tudo surgiu a partir da nada num instante, juntamente com as leis fixas.

Isso não é abordado directamente na pesquisa SR. Larson indica que com um Universo de Estado Estacionário, o movimento será conservado (linear, rotação, velocidade, energia). No entanto, as pesquisas para além do físico (Níveis 1 e 2) indicam que uma progressão evolutiva também pode estar presente, o que significa que a quantidade líquida de movimento no Universo está a aumentar.

  1. A natureza não tem propósito. Não existe evolução.

Na SR, a “evolução” é devida à progressão do sistema de referência natural, de modo que a Natureza tem propósitos bem definidos de crescimento, reprodução e morte.

  1. A hereditariedade biológica é material, baseada apenas no código genético.
  2. As memórias são armazenadas dentro do seu cérebro como conexões químicas.

No livro Além do Espaço e do Tempo, Larson aborda claramente a diferença entre o “cérebro” (material) e a “mente” (cósmica), ambos sendo influenciados pela Consciência (ética). A hereditariedade é, portanto, uma combinação de todos os três, os padrões do cérebro, a programação da mente e o comportamento ético da Consciência – dois dos quais existem fora do tempo relógio / linear, significando que o passado (e futuro) pode afectar o presente. A memória pode ser armazenada em qualquer sector. As memórias no seu cérebro morrem com o seu corpo, mas as outras não, resultando no Karma.

  1. A sua mente está apenas dentro da sua cabeça. Toda a Consciência que você não tem de # 2 é apenas a actividade do seu cérebro, nada mais.

Como o aspecto cósmico da vida é o movimento no tempo (a Alma), ele expressa-se não localmente no material através de efeitos equivalentes do espaço-campo, que percepcionamos em coisas como a “aura”. No SR, o cérebro está dentro de sua cabeça, mas a Mente se estende muito além.

  1. As capacidades psíquicas são impossíveis porque a sua mente está somente dentro da sua cabeça.

Muito do que chamamos de “capacidades psíquicas” é apenas a vida a comunicar-se através do tempo 3D, ao invés do espaço 3D. (Discutido em Além do Espaço e do Tempo). Larson documenta a telepatia como sendo um tipo de emaranhamento quântico de cérebros (espaço) através da mente (tempo). Na SR, a capacidade psíquica não é apenas possível, mas requerida como uma “consequência natural” da teoria.

  1. A Medicina mecânica é a única que verdadeiramente funciona, porque você não é nada mais do que um robô mecânico, biológico.

Os estudos da SR2 sobre a medicina holística mostram que muitos dos produtos à base de ervas trabalham realmente no lado cósmico da vida (particularmente em técnicas tais como Ayruveda), da mesmaforma que o “doping” de um semicondutor muda radicalmente o comportamento do material que está a ser dopado. A medicina não-mecanística é, portanto, mais segura e mais eficaz – mas não tão fácil de gerar lucros, já que qualquer um pode desenterrar uma erva.

Quando você compara a cosmovisão do Materialismo Filosófico àquela promovida pela do Sistema Recíproco, você pode facilmente perceber porque é que as duas não se dão bem…

Deixe um comentário

Top