O cérebro humano possui uma geometria holográfica multidimensional que pode estar envolvida na formação das memórias

Apesar dos enormes avanços tecnológicos dos últimos anos, ainda há muito sobre o cérebro humano que os cientistas não entendem completamente. Um estudo recente e surpreendente, publicado no Frontiers in Computational Neuroscience, lançou uma nova Luz sobre o quão complexo é o cérebro, sendo que a investigação demonstrou que algumas das estruturas desse órgão vital têm até 11 dimensões diferentes. Estudar essas estruturas pode dar-nos uma compreensão sobre como as memórias são formadas.

O diretor do Blue Brain Project na Suíça, o neurocientista Henry Markram, disse que existem dezenas de milhões desses objectos em cada minúsculo ponto do cérebro, sendo que muitos têm sete ou mesmo até 11 dimensões. Ele ficou maravilhado:

“Nós encontramos um mundo como nunca poderíamos ter imaginado”.

Embora esses objectos apenas existam a três dimensões no nosso mundo, a matemática que é usada para os descrever tem várias dimensões adicionais. A equipa usou topologia algébrica, de uma forma nova, para descobrir todo um mundo de estruturas geométricas e espaços com múltiplas dimensões.

Essas estruturas são formadas quando os grupos de neurónios formam o que eles denominaram um aglomerado, onde cada neurónio se liga aos outros todos no grupo da forma certa para produzir um objecto geométrico. Os algomerados com mais neurónios criam os objectos geométricos com mais dimensões.

A topologia algébrica foi utilizada para realizar testes múltiplos no tecido cerebral virtual para verificar se essas estruturas cerebrais multidimensionais não tinham sido produzidas por mero acaso. Estudos subsequentes do tecido cerebral real confirmaram que a descoberta foi biologicamente relevante. Para além disso, parece que o cérebro humano está constantemente a recarregar ao longo do seu desenvolvimento, a fim de criar uma rede que possua a quantidade máxima de estruturas com mais dimensões. (Relacionado: leia mais notícias sobre o cérebro no Brain.news.)

Os cientistas compararam o processo a um castelo de areia espontâneo, afirmando:

“A progressão da actividade através do cérebro assemelha-se a um castelo de areia multidimensional que se materializa fora da areia e depois se desintegra”.

Desvendando os mistérios da memória

Compreender essas formas pode ajudar os cientistas a aprenderem mais sobre a forma como as memórias são formadas o que é, em grande parte, um mistério. Os neurocientistas do MIT recentemente desafiaram o modelo padrão de consolidação das memórias quando descobriram que as memórias são realmente formadas simultaneamente no hipocampo do cérebro, e em alguns neurónios especializados conhecidos como células de engrama, localizadas no córtex pré-frontal.

No passado, acreditava-se que o hipocampo era o “centro da memória” do cérebro, enquanto que o córtex pré-frontal era apenas responsável pelas funções executivas como o controlo de impulsos e a regulação emocional. Não só os cientistas descobriram que as memórias são formadas simultaneamente tanto no hipocampo quanto no córtex pré-frontal, como também descobriram que elas formam-se rapidamente antes prosseguirem por caminhos separados.

Os cientistas também identificaram recentemente mais de uma centena de genes que estão ligados à memória, o que poderá um dia ajudar os cientistas a desenvolverem tratamentos para pessoas com problemas de memória.

A compreensão da memória está a tornar-se cada vez mais urgente, já que o número de pessoas que sofrem da doença de Alzheimer continua a aumentar. A Alzheimer’s Association informa que alguém nos EUA desenvolve a doença de Alzheimer a cada 66 segundos, e é a sexta causa de morte da nação. Acredita-se que o número actual de cinco milhões de americanos que sofrem da doença, poderá ser de 16 milhões em 2020. À medida que os cientistas continuam a aprender mais sobre os mecanismos precisos do funcionamento do cérebro, soluções potenciais ou mesmo medidas preventivas poderão surgir, para ajudar a lutar nesta batalha difícil.

Referências:

DailyMail.co.uk

ScienceDaily.com

News.MIT.edu

ScienceDaily.com

ALZ.org

Fonte: http://www.naturalnews.com/2017-06-15-human-brain-found-to-contain-multi-dimensional-holographic-geometry-that-might-be-involved-in-forming-memories.html

Deixe um comentário

Top